- Publicidade -
Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Covid-19 | Surto nos Bombeiros de Ourém não comprometeu serviço de urgência

Os Bombeiros de Ourém esperam ver regressar ao serviço já esta sexta-feira, 10 de dezembro, 16 dos profissionais que se encontram em isolamento profilático e um bombeiro que esteve infetado com Sars-CoV-2. No total, a corporação teve um total de 10 elementos infetados e 28 profissionais em quarentena, com vias de transmissão diversas, mas a situação não chegou a comprometer o funcionamento dos Bombeiros, garantiu ao mediotejo.net o comandante Guilherme Isidro. 

- Publicidade -

- Publicidade -

Chegou a desconfiar-se que um dos bombeiros infetados estaria com a variante Ómicron, admitiu o responsável ao nosso jornal, situação que entretanto foi colocada de parte.

O elevado número de profissionais em isolamento devido à Covid-19 provocou alguns constrangimentos aos serviços regulares prestados pelos bombeiros, para o comandante garantiu que o serviço de urgência esteve sempre garantido e os restantes transportes foram sendo concretizados. 

- Publicidade -

Esta sexta-feira, 16 profissionais já regressam ao serviço, assim como um dos infetados. O comandante antevê a situação regularizada a breve trecho.

O surto teve origem em várias cadeias de transmissão. Um dos casos despoletou inclusive uma testagem nos Bombeiros de Minde, com a qual havia ocorrido contacto, com resultados negativos, segundo informação divulgada na reunião de Alcanena de 6 de dezembro. Alguns elementos deste corpo ficaram, ainda assim, em isolamento, por precaução, facto que não comprometeu o funcionamento da corporação de Minde. 

- Publicidade -

Entretanto também o presidente de Ourém, Luís Albuquerque, deixou uma mensagem de tranquilidade à população. “O número de casos ativos no nosso concelho tem vindo a subir, o que nos deve deixar preocupados, e por isso ser necessário estarmos todos alertados, para o problema! É verdade que o número de internados é pouco significativo, o que demonstra a importância da vacinação, que, tem uma taxa muito elevada, no nosso concelho! É por isso que quero sensibilizar, para que TODOS, possamos, cumprir, e respeitar as regras que estão instituídas, pois é a única forma que temos, para evitar a propagação do vírus!”, refere em mensagem publicada na quarta-feira, 8 de dezembro, na sua página de facebook.

Segundo o relatório divulgado na quarta-feira pelo ACES Médio Tejo, o maior número de casos das últimas 24 horas fora registado em Ourém (58), seguindo-se Tomar (40), Torres Novas (35) e Entroncamento (31). O concelho com o maior número de casos em vigilância ativa é agora Torres Novas (489), seguindo-se Abrantes (290), Entroncamento (149) e Ourém (143). No total, nos 11 concelhos, havia 1.419 pessoas em quarentena.

Desde o início da pandemia de covid-19 morreram 414 pessoas na região do Médio Tejo, com os números mais elevados de óbitos verificados em Ourém (93), Abrantes (74) e Torres Novas (67).

 
 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome