PUB

Covid-19 | Surto já causou 10 óbitos no Centro Social do Pego em Abrantes (C/ÁUDIO)

Dez mortos é o novo balanço do surto de covid-19 no Centro Social do Pego, concelho de Abrantes, disse hoje a delegada de Saúde, havendo ainda um total de 16 utentes e sete profissionais infetados, dos quais quatro idosos ainda hospitalizados.

PUB

“Os dados atualizados do surto no Lar do Pego indicam que temos, infelizmente, 10 óbitos a lamentar, e 16 utentes ainda positivos, dos quais quatro estão hospitalizados e 12 estão em ERPI [Estrutura Residencial para Pessoas Idosas], disse a delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo, Maria dos Anjos Esperança, tendo feito notar uma “evolução positiva” num surto que foi detetado a 28 de outubro, afetando inicialmente 35 pessoas, entre utentes e funcionários.

ÁUDIO MARIA DOS ANJOS ESPERANÇA, DELEGADA DE SAÚDE ACES MÉDIO TEJO:

PUB

Maria dos Anjos Esperança disse ainda que os resultados dos testes mais recentes efetuados a utentes e funcionários desta Estrutura Residencial Para Pessoas Idosas (ERPI) “apenas sete profissionais estão ainda positivos, tendo 23 apresentado teste negativo” ao novo coronavírus.

“O surto está estabilizado e sem casos novos nos últimos dias, afirmou, destacando a recuperação da doença de vários utentes com mais de 90 anos.

Com 65 utentes e 71 funcionários, a ERPI registou um total de, pelo menos, 87 pessoas infetadas, dos quais resultaram 10 óbitos em utentes, estando ainda 23 pessoas infetadas, entre utentes e funcionários, com quatro idosos internados no Hospital de Abrantes.

Os primeiros três óbitos foram confirmados em 11 de novembro, tendo aumentado para cinco mortes dois dias depois, altura em que estavam 15 utentes hospitalizados.

Em 14 de novembro, numa nota de pesar às famílias afetadas, publicada na página oficial na rede social Facebook, o presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, confirmou a existência de sete mortes relacionadas com a covid-19 na ERPI do Pego. No dia 17 de novembro, a delegada de Saúde confirmou o oitavo óbito na instituição, número que aumentou agora para 10.

Segundo os dados divulgados na terça-feira pelo Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo, o concelho de Abrantes tem 465 casos de covid-19 desde o início da pandemia e 173 pessoas recuperadas da doença, estando o município integrado na listagem de risco muito elevado.

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 08 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana e feriados, nos territórios mais afetados, a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

c/LUSA

PUB
PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).