Covid-19 | Surto em lar do Entroncamento causa mais uma morte

Surto em lar do Entroncamento causa mais uma morte e mantém 46 utentes e 16 funcionários infetados. Foto: DR

No mais recente balanço sobre a pandemia de Covid-19 no Entroncamento, mais concretamente no surto do lar dos Ferroviários, o presidente da Câmara deu conta de mais um óbito ocorrido na segunda-feira, o quinto desde o início da pandemia. Jorge Faria revelou que ainda há 46 utentes infetados, sendo que cinco estão hospitalizados e 41 instalados no próprio lar, e 16 funcionários continuam infetados. O autarca garante que “a situação está estabilizada, está controlada”. Há dois dias que o ACES Médio Tejo não revela os números de casos covid-19 na região.

PUB

A abrir a reunião de Câmara do Entroncamento desta terça-feira, dia 6 de outubro, Jorge Faria revelou que ainda há 46 utentes infetados, sendo que cinco estão hospitalizados e 41 instalados no próprio lar. A lamentar há mais um óbito de um idoso, registado no dia 5 de outubro, o quinto desde que iniciou a pandemia. O autarca lamentou a morte, mas garantiu que estes óbitos referem-se a pessoas com idades entre os 84 e os 100 anos e com outros problemas de saúde para além da Covid-19.

Quanto aos funcionários, registaram-se mais três recuperados e detetou-se mais um caso positivo. Atualmente no total dos funcionários no lar dos Ferroviários são 16 os infetados e 16 os recuperados. Eram 18, três recuperaram, mas houve um novo caso positivo, de um funcionário que estava de baixa por outras razões de saúde.

PUB

Jorge Faria fez ainda referência ao reforço de pessoal no lar dos Ferroviários vindos por exemplo da autarquia de foram deslocados quatro funcionárias, a quem o Presidente agradeceu “a disponibilidade e o sentido de solidariedade”.

O balanço foi feito durante a reunião de Câmara. Foto: DR

Está prevista para quinta-feira, dia 8, a realização de novos testes a funcionários e utentes que testaram positivo, havendo a possibilidade de se estenderem aos restantes, incluindo os negativos, “para uma salvaguarda e maior conforto para todos”.

PUB

Na cidade, o caso detetado na Escola Secundária foi ultrapassado, não se registou mais qualquer caso positivo e os estudantes que estavam em confinamento regressaram às aulas, revelou o autarca. “Aparentemente as coisas estão a funcionar com normalidade”, afirmou.

Na escola António Gedeão, nas duas turmas a quem foi determinado isolamento, os alunos fizeram teste à Covid-19 no centro cultural. A turma da Zona Verde, onde foi detetado um caso, vai ser testada na quarta-feira, dia 7, conforme determinação do Delegado de Saúde.

Na semana passada, todos os funcionários do Município foram testados (296 da Câmara e os restantes das duas Juntas de Freguesia). Dos 311 testes efetuados houve apenas um caso positivo, uma assistente operacional numa escola. Ficou em confinamento. Para a realização destes testes, o Presidente agradeceu à administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo a “disponibilidade e empenho”.

ACES Médio Tejo sem dados atualizados há 48 horas

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo não revelou os dados covid na região nos últimos dois dias. Os dados mais recentes reportam-se a domingo, dia 4 de outubro. Esta quarta-feira

Os dados mais recentes davam conta que nos 11 concelhos do ACES Médio Tejo há um total de 774 casos confirmados acumulados. Ourém registava 185 casos positivos, Tomar 167, Entroncamento 156, Torres Novas 91, Abrantes 75, Mação 40, Alcanena 29, Vila Nova da Barquinha 13, Ferreira do Zêzere 9 e Constância 7. Sardoal tem 3 casos confirmados desde o início da pandemia.

Este ACES registava no domingo um total acumulado de 774 pessoas infetadas, 465 recuperadas, 244 pessoas em vigilância ativa e 18 óbitos. Na quarta-feira, os dados deverão ser atualizados, pelo que se pode perspetivar uma subida dos números aqui apresentados.

Portugal com mais 14 mortos e 427 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 14 mortos relacionados com a covid-19 e 427 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.032 mortes e 80.312 casos de infeção, estando hoje ativos 27.568 casos, mais 155 do que na segunda-feira.

A DGS indica que das 14 mortes registadas, 10 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde também se verifica o maior número de infeções, três na região Norte e uma no Centro de Portugal.

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim revela que nas últimas 24 horas há mais 31 internados em enfermarias e menos dois nos cuidados intensivos relativamente a segunda-feira.

No total, há 732 doentes internados em enfermaria e 104 em Unidades de Cuidados Intensivos, de acordo com o relatório da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.

O boletim refere ainda que as autoridades de saúde têm em vigilância 46.437 contactos, mais 165 em relação a segunda-feira, e que 258 doentes foram dados como recuperados.

Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram da doença 50.712 pessoas.

c/LUSA

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here