Covid-19 | Surto em Lar de Minde (Alcanena) com 125 casos entre utentes e funcionários (c/áudio)

Centro de Bem Estar Social de Minde. Foto: JF Minde

O Centro de Bem Estar Social de Minde aumentou para 125 o número de casos com infeção pelo vírus SARS Cov-2, entre utentes (91) e funcionários (34) após uma nova ronda de testes realizada na sexta-feira, 13 de novembro, disse ao mediotejo.net a presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira.

O único caso hospitalizado até ao momento, adiantou a presidente, é o caso da idosa que, mediante internamento, testou positivo ao SARS CoV-2 e despoletou a ronda de testes iniciais, onde se detetaram os primeiros 30 casos. A mesma utente continua hospitalizada, os restantes casos positivos no Lar estão, até ao momento, ou assintomáticos ou com sintomas ligeiros.

Na próxima sexta-feira, dia 20, todos os utentes e funcionários tornarão a ser testados. A presidente da Câmara, Fernanda Asseiceira, apela à solidariedade de todos e que se cumpram as regras para prevenir mais infeções.

ÁUDIO | FERNANDA ASSEICEIRA, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALCANENA

Com o concelho de Alcanena a entrar na lista de municípios de elevado risco e dever de confinamento esta semana, acentuou-se também o surto no Centro de Bem Estar Social de Minde, que já registara 30 casos na último semana. Após nova ronda de testagem no dia 13, o Lar passou a contabilizar 91 utentes infetados com o vírus que provoca a doença covid-19, e 34 funcionários.

Fernanda Asseiceira dirigiu-se em vídeo à população, apelando à solidariedade e à coragem de quem permanece a trabalhar no Lar. Os idosos foram separados, encontrando-se os positivos num edifício e os negativos noutros. Um “momento duro, momento difícil”, constata a autarca.

Com novo ronda de testes na sexta-feira, só no fim de semana se saberá qual o ponto de situação do surto. Fernanda Asseiceira deixou ainda um apelo às funcionárias para que ninguém abandone o barco, salientando que o Centro precisa de toda a equipa.

“Estamos em avaliação”, referiu a presidente, “os utentes precisam de todos nós neste momento”. Deixou assim o apelo a que se respeite o dever de confinamento e as regras de prevenção.

Em declarações ao mediotejo.net, a presidente adiantou que a Segurança Social já afetou ao Lar três recursos humanos das brigadas de intervenção rápida, por forma a dar apoio à instituição. O Centro de Bem Estar Social conta com cerca de 120 idosos e um universo laboral de cerca de uma centena de funcionárias, uma vez que possui outras valências, como creche e centro de dia. A instituição tem procedido a todas as normas de prevenção, tendo de imediato desinfetado o espaço.

Fernanda Asseiceira adiantou que também os filhos dos trabalhadores vão ser testados à covid-19, como medida preventiva para a comunidade escolar. As funcionárias infetadas puderam optar entre ficar na instituição, salvaguardando assim o núcleo familiar, ou ir para casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here