Sábado, Fevereiro 27, 2021
- Publicidade -

Covid-19 | “Se não fosse os municípios as coisas teriam sido muito mais complicadas” – Luís Albuquerque

Numa conferência de imprensa após a reunião privada de segunda-feira, 15 de fevereiro, o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, fez um ponto de situação dos apoios que estão a ser facultados pelo município neste momento de confinamento aos alunos do concelho. Refletiu assim sobre a importância do apoio logístico das autarquias para que o ensino à distância funcione minimamente, apesar de todos os problemas.

- Publicidade -

“Se não fosse os municípios as coisas teriam sido muito mais complicadas que o que estão a ser hoje”, comentou o presidente, quando questionado sobre o papel das Câmaras Municipais na atribuição de equipamentos informáticos aos alunos. O grande plano do Governo para distribuição de computadores está com grandes atrasos, constatou, pelo que têm sido os municípios, tal como no primeiro confinamento, a distribuir portáteis e hotspots às crianças sem o material necessário para as aulas à distância.

“Mesmo na vacinação são os municípios que têm sido os suportes de todas estas logísticas”, constatou. “Tem sido difícil”, admitiu, mas a Câmara tem procurado estar “na primeira linha do apoio as populações”.

- Publicidade -

O município prepara-se para distribuir mais 30 mil máscaras FFP2 às instituições particulares de solidariedade social (IPSS), referiu. Entretanto já contabiliza 1242 refeições take away a alunos, assim com 380 cabazes alimentares, num total de 7600 refeições distribuídas.

Neste momento há 51 alunos em escolas de acolhimento, 26 dos quais por necessidades especiais, que também usufruem de transporte. Há ainda 297 computadores portáteis distribuídos pelas escolas, com mais 52 computadores fixos a reforçar os equipamentos escolares, assim como 20 placas de wireless. O município alugou ainda 16 computadores para entrega a alunos.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).