Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | Saúde Pública averigua dimensão do surto de empresa de curtumes em Alcanena

A Saúde Pública está a fazer uma nova ronda de testes aos funcionários da empresa de Curtumes Boaventura, em Alcanena, por forma a averiguar a dimensão de contaminação do surto ali identificado, que levou ao encerramento provisório da fábrica.

- Publicidade -

- Publicidade -

O ponto de situação sobre o caso foi reportado pela presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira, durante a reunião camarária de segunda-feira, 7 de junho. Face a um número elevado de casos positivos ao vírus SARS CoV 2 naquela empresa, adiantou a autarca, a saúde pública apelou à reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil, propondo que se fechasse provisoriamente a empresa. Assim aconteceu na sexta-feira, 4 de junho.

Segundo a presidente, na segunda-feira decorria uma nova ronda de testes PCR aos funcionários da instituição, no objetivo de averiguar até onde se dera a contaminação. Esperava-se porém que não aparecessem mais casos positivos.

- Publicidade -

De recordar que toda a empresa está isolamento profilático até saírem os novos resultados, sendo posteriormente reavaliadas as medidas sanitárias a aplicar.

Ainda no decorrer do ponto de situação sobre a pandemia de Covid-19, Fernanda Asseiceira alertou que não obstante o agendamento da vacina muitas vezes encaminhasse o utente para o Palácio dos Desportos, em Torres Novas, o processo deve ocorrer no Centro de Saúde de Alcanena. O utente a vacinar pode assim contactar o Centro de Saúde local para realizar a inoculação. A presidente garantiu que todo o processo “está a correr bem”.

O último boletim epidemiológico do concelho de Alcanena contabilizava 17 casos positivos e 21 pessoas em isolamento profilático. Desde o início da pandemia morreram 39 pessoas neste concelho devido à Covid-19.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome