Covid-19 | Sardoal tem duas turmas em isolamento e mais dois casos em alunos

Mais dois alunos infetados com covid-19 engrossam os números registados no concelho de Sardoal. Encontram-se em casa em quarentena, até pela interrupção letiva que decorre no Agrupamento de Escolas de Sardoal. O vice-presidente da Câmara Municipal, Jorge Gaspar, fez um ponto de situação ao mediotejo.net.

PUB

A situação pandémica de covid-19 no concelho de Sardoal “piorou um pouco, como de resto em toda a região” do Médio Tejo, começou por referir Jorge Gaspar ao nosso jornal.

PUB

Em Sardoal, nos Bombeiros Municipais existe “um caso ativo com sintomas ligeiros e fruto desse positivo temos dois casos em isolamento de pessoas que estiveram em contacto direto” com o bombeiro que testou positivo, sendo que “vão testar ainda hoje ou amanhã” revela Jorge Gaspar. Decorre desse caso positivo “quatro contactos de mais baixo risco que já fizeram os testes na sexta-feira e testaram todos negativo”, disse ainda o vice-presidente da Câmara Municipal.

Recorda-se que o presidente da Câmara Municipal de Sardoal, Miguel Borges, acusou positivo ao novo coronavírus no sábado passado e entrou em isolamento profilático domiciliário, a par da sua esposa, também com teste positivo ao SARS-CoV-2, revelou o autarca ao início da manhã de sábado. Em declarações ao mediotejo.net, Miguel Borges disse que se dirigiu na sexta-feira ao hospital de Abrantes por ter sintomas que poderiam estar associados ao vírus SARS-CoV-2 e que, da bateria de exames, resultou teste positivo ao novo coronavírus, para si e para a sua esposa, a professora Ana Borges.

Jorge Gaspar assegurou não existir qualquer caso na creche de Sardoal e haver uma situação positiva no Jardim de Infância. “Tivemos, e se houvesse aulas esta semana continuaríamos a ter, duas turmas em isolamento profilático, uma delas motivada por um aluno que testou positivo e outra turma pela educadora que testou positivo” ao SARS-CoV-2, disse, referindo que o Agrupamento de Escolas de Sardoal encontra-se esta semana em pausa letiva. A primeira turma já foi testada e os resultados negativos, relativamente à segunda turma ainda vão testar esta semana encontrando-se em isolamento profilático.

Na escola de Sardoal “temos uma turma do sexto ano, que entrou em isolamento profilático no final da semana passada devido a um aluno positivo e vai testar esta semana, em principio amanhã. Mais recentemente um aluno positivo numa turma mista de segundo, terceiro e quarto ano. Aguarda-se os procedimentos ditados pela Saúde Pública”.

Esta segunda-feira outros dois alunos testaram positivo ao novo coronavírus. “Um numa turma do oitavo ano e outro numa turma do 11º ano. Soubemos ontem e estamos a aguardar as indicações da Saúde Pública. Encontram-se em casa”, acrescenta Jorge Gaspar.

Entretanto, durante o fim de semana foram realizadas ações de desinfeção no edifício da Câmara. “Temos vindo a fazer periodicamente as desinfeções, com os nossos Bombeiros Municipais e aproveitando esta pausa letiva, já estava previsto fazer diversas desinfeções nas salas da escola”, tendo acrescentado que no edifício da Câmara decorre a prática de “desinfeção periódica, de hora a hora e em alguns locais de meia em meia hora”.

Na Câmara “estamos a seguir as orientações da Saúde Pública. O sr. presidente contactou todos os contactos com quem esteve mais próximo nos últimos dias. Alguns de nós estamos em casa em teletrabalho e outros a Saúde Pública permitiu que fossem trabalhar desde que estivessem num gabinete sozinhos e ainda outros foram proibidos de ir trabalhar, estão em casa. Tem a ver com o grau de proximidade nestes últimos dias”, explica Jorge Gaspar.

Segundo o vice-presidente “está previsto testar na quarta-feira”.

PUB
PUB
Paula Mourato
A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).