Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sexta-feira, Setembro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | Região regista 23 novos casos positivos, sem evoluções preocupantes

A região do Médio Tejo registou mais 23 casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, em Abrantes (2), Alcanena (2), Constância (3), Entroncamento (1), Mação (1), Ourém (6), Sertã (1), Tomar (3), Torres Novas (3) e Vila de Rei (1). São casos distribuídos por todo o território, sem existirem surtos preocupantes a registar. 

- Publicidade -

- Publicidade -

No Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo há hoje 467 pessoas em vigilância ativa, a que se juntam mais 14 em Vila de Rei e 2 na Sertã, concelhos pertencentes ao Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Sul.

- Publicidade -

O risco de transmissão de covid-19 mantém-se “moderado” em 12 dos 13 concelhos do Médio Tejo, ou seja, abaixo dos 240 casos por cada 100 mil habitantes. Só Constância permanece no “laranja”, com risco “muito elevado”, com 521 casos por cada 100 mil habitantes. Este valor era, ao dia de ontem, de 496 casos, segundo os cálculos realizados pelo mediotejo.net diariamente, havendo por isso a registar um ligeiro aumento.

De acordo com o boletim conjunto da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, o índice de transmissibilidade (Rt) subiu hoje de 1,19 para 1,20 em todo o território nacional e manteve-se nos 1,20 em Portugal continental.

Registaram-se a nível nacional 8 mortes atribuídas à covid-19, o número mais elevado desde 14 de abril, e 3.285 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, o mais elevado desde 11 de fevereiro. 

No boletim epidemiológico da DGS assinala-se que estão hoje internadas 603 pessoas com covid-19, menos 10 do que na terça-feira, 130 das quais em unidades de cuidados intensivos, menos três. A área de Lisboa e Vale do Tejo tem 52,2% do total das novas infeções, concentrando 1.717 novos casos.

Sou diretora do jornal mediotejo.net e da revista Ponto, e diretora editorial da Médio Tejo Edições / Origami Livros. Sou jornalista profissional desde 1995 e tenho a felicidade de ter corrido mundo a fazer o que mais gosto, testemunhando momentos cruciais da história mundial. Fui grande-repórter da revista Visão e algumas da reportagens que escrevi foram premiadas a nível nacional e internacional. Mas a maior recompensa desta profissão será sempre a promessa contida em cada texto: a possibilidade de questionar, inquietar, surpreender, emocionar e, quem sabe, fazer a diferença. Cresci no Tramagal, terra onde aprendi as primeiras letras e os valores da fraternidade e da liberdade. Mantenho-me apaixonada pelo processo de descoberta, investigação e escrita de uma boa história. Gosto de plantar árvores e flores, sou mãe a dobrar e escrevi quatro livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Ourém sempre com maior número de casos e o facto de ser o concelho que tem o maior número de imigrantes tem tudo a ver . Vivem ás dúzias em apartamentos T3 para além de agirem como se nada se passasse. Mas a culpa é de quem lhes paga casa e sustento com os nossos impostos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome