PUB

Covid-19 | “O nosso objetivo é fechar tudo”, diz presidente de Câmara da Barquinha (c/áudio)

Num ponto de situação relativamente à Covid-19 feito esta quarta-feira ao mediotejo.net, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire, referiu que a intenção da autarquia é a de encerrar todos os espaços abertos ao público para fazer face à propagação da pandemia. Referindo a existência diária de casos no concelho, o autarca admite que existem situações de maior preocupação na freguesia de Praia do Ribatejo, onde “o número de infeções disparou” devido a “comportamentos menos adequados” na época festiva.

PUB

“A coisa vai complicar e de que maneira, e vamos ter de tomar algumas decisões”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire, na reunião do executivo camarário esta quarta-feira, 13 de janeiro, por videoconferência.

Fernando Freire refere que a previsão do Governo é a de que “de facto, as infeções dupliquem para a próxima semana”. Nesse sentido, o objetivo da autarquia é o de “fechar tudo, à exceção daquilo que o Governo tem competência nesta temática, mormente na questão da Educação”, conforme disse o autarca ao mediotejo.net.

PUB

O autarca deu conta ao nosso jornal da existência de uma situação preocupante na freguesia da Praia do Ribatejo, onde “o número de infeções disparou porque houve alguns comportamentos menos adequados de algumas pessoas, nomeadamente, de passagens de ano”, o que teve “repercussões na própria comunidade”.

Com o registo de novos casos de infeção a aumentar diariamente no concelho, o presidente do Município de Vila Nova da Barquinha refere que se está numa situação de “infeção comunitária e temos de ter os devidos cuidados”.

PUB

“Tudo indicia que vamos encerrar tudo, nomeadamente, os espaços abertos ao público, quer os pavilhões quer as piscinas, quer os espaços desportivos municipais, tudo aponta nesse sentido”, expôs. Ao nível da Câmara, o presidente do Município deu conta de que já está a trabalhar em “horário contínuo, no sentido de os encontros entre os próprios trabalhadores se minimizem no sentido de atenuar isto”.

Áudio: Fernando Freire, presidente da CM VN Barquinha, em declarações ao mediotejo.net:

Quanto às Estruturas Residenciais para Idosos, a situação está “controlada”, quer na Fundação Dr. Francisco Cruz quer na Santa Casa quer também numa ERPI privada na Quinta da Margarida, na Atalaia. No que respeita às escolas, de momento não existem turmas em confinamento no Agrupamento de Escolas de Vila Nova da Barquinha.

PUB
PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.
PUB

2 COMENTÁRIOS

  1. Entrevista do presidente da câmara municipal de Vila Nova da Barquinha. Face ao comentário do presidente acima referido, fico deveras estupefacto com a forma e modo como alguém com as responsabilidades que lhe são inerentes ao cargo, ponha em causa, especialmente uma freguesia do seu município em relação ao comportamento menos adequado em termos sanitários no período da passagem de ano. Ficaria muito bem, que especificamente identificasse quem, onde, tomou tais comportamentos e agisse em conformidade. Desculpem o termo mas “mandar barro à parede para saber que cola” não se fica bem à quem desempa tais funções. Eu sou cidadão nascido e criado na Praia do Ribatejo, sinto uma indignação por tais afirmações, julgar uns por todos, não dignifica, sabendo que o surto de covid não restringe à Praia do Ribatejo, e que o maior número de casos são de todo o concelho. Portanto o Sr seja o
    presidente de todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).