Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | Município de Ourém determina reabertura condicionada de mercados

O Município de Ourém anunciou hoje a reabertura condicionada do mercado municipal, assim como a realização dos mercados ecorrurais, iniciativas que tinham sido suspensas no âmbito das medidas de restrição face à pandemia da covid-19.

- Publicidade -

Na última conferência de imprensa ‘online’, o presidente, Luís Albuquerque, tinha anunciado que o executivo estava a estudar a possibilidade de abrir o mercado municipal, que se realiza semanalmente à quinta-feira, assim como os mercados ecorrurais.

A decisão da reabertura destes espaços de comércio está condicionada ao cumprimento de todas normas e recomendações veiculadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), existindo restrições no acesso do público e na distribuição das diferentes áreas de exposição em funcionamento, garante a autarquia, numa nota de imprensa.

- Publicidade -

Os mercados ecorrurais, iniciativa que se realiza junto à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Piedade, regressam já no domingo, disponibilizando aos cidadãos o acesso a produtos agrícolas, pão, bolos, entre outros bens.

“Apesar de o certame decorrer ao ar livre, será também definida uma nova localização para as diferentes bancadas e os vendedores estarão protegidos com equipamentos de proteção adequados, em virtude dos cuidados essenciais a ter no combate à disseminação da covid-19”, refere a mesma nota.

Segundo a Câmara de Ourém, os mercados ecorrurais funcionarão entre as 09:00 e as 13:00, sendo avaliada juntamente com os vendedores a futura periodicidade do evento.

O Mercado Municipal Manuel Prazeres Durão reabrirá as suas portas ao público no dia 23, mas apenas disponibilizará bens essenciais, ou seja, somente a zona de produtos frescos, padaria, peixaria, talho e semelhantes.

O acesso terá restrições, permitindo a circulação de um número de pessoas restrito em simultâneo, as bancadas de venda apresentarão uma nova distribuição para garantir as normas de distanciamento social em vigor e os vendedores usarão equipamentos de proteção disponibilizados pelo Município de Ourém.

Estas medidas têm como objetivo disponibilizar um conjunto de bens fundamentais para o dia-a-dia de todos os munícipes, bem como permitir a continuidade da atividade profissional dos diferentes vendedores, de acordo com as restrições anteriormente apresentadas, informa o Município.

À população que frequente estes mercados, a autarquia recomenda que cumpra as diretrizes da DGS, nomeadamente a preservação do distanciamento social, as regras de higiene e etiqueta respiratória, assim como a utilização de máscaras de proteção individual.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 137 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 450 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 629 pessoas das 18.841 registadas como infetadas.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome