- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Covid-19 | Médio Tejo sem casos novos de doença nas últimas 24 horas

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo não registou novos casos de doença por covid-19 nas últimas 24 horas. Os 11 municípios deste ACES têm hoje um total acumulado de 495 pessoas infetadas, das quais 387 recuperaram, 15 faleceram, e 59 estão em vigilância ativa. A Lezíria tem hoje mais seis casos e Ponte de Sor regista um novo doente. No total, Portugal conta hoje com mais três mortos e 374 novas infeções.

- Publicidade -

- Publicidade -

Desde o início da pandemia e do 1º caso registado no Médio Tejo (a 16 de março), nos cerca de 230 mil habitantes, os 11 municípios apresentam um total de 495 pessoas infetadas (0,2%, ou seja, 241 casos por cada 100 mil habitantes), das quais 387 já recuperaram da doença (78.5%) e há 15 óbitos a lamentar (3,1% de taxa de letalidade). Hoje há 59 pessoas em vigilância ativa. Com os 12 casos que se registam no ACES Pinhal Interior Sul, onde se inclui Sertã (11 casos) e Vila de Rei (1 caso), a região do Médio Tejo soma hoje um total de 507 casos confirmados de infeção por covid-19.

Nos 11 concelhos do ACES Médio Tejo, Tomar regista um total de 135 casos positivos, seguido de Ourém (117), de Torres Novas (70), Abrantes (51), Entroncamento (47), Mação (26), Alcanena (23), Vila Nova da Barquinha (12), Ferreira do Zêzere (8), Constância (4) e Sardoal (2). O ACES Médio Tejo regista hoje um total acumulado de 495 pessoas infetadas (-), 387 recuperadas (-), 59 pessoas em vigilância ativa (+6) e 15 óbitos (-).

- Publicidade -

O município do Entroncamento tem hoje 25 pessoas em vigilância ativa, seguido de Torres Novas (12), Abrantes (7), Tomar (5), Ourém (4), Mação (3), Vila Nova da Barquinha (2) e Alcanena (1). Os municípios de Constância, Ferreira do Zêzere e Sardoal não têm pessoas em vigilância.

- Publicidade -

Com os 12 casos que se registam agora no ACES Pinhal Interior Sul, onde se inclui Sertã (11 casos) e Vila de Rei (1 caso), a região do Médio Tejo soma um total de 507 casos de doenças confirmadas, 397 pessoas recuperadas e 15 óbitos (3,1% de taxa de letalidade).

Em todo os 13 municípios do Médio Tejo, há 358 casos de infeção registados no período pós-confinamento, mais 209 do que os reportados na fase inicial de contenção da doença.

No Alto Alentejo, Gavião registou este mês em Belver os primeiros nove casos de covid-19. O surto parou por ali. Ponte de Sor apresenta hoje um total acumulado de 20 casos positivos. Pelo menos cinco dos casos são relativos a pessoas que não residem no concelho e que não atualizaram a sua residência fiscal.

A Lezíria do Tejo, por sua vez, apresenta hoje um total acumulado de 757 doentes, dos quais 279 casos no concelho de Santarém, segundo dados da Rede Regional. A Chamusca tem um total de 13 doentes, entre os quais um óbito a lamentar. A Golegã tem um total de 10 infeções. A região da Lezíria regista 24 óbitos, 12 dos quais em Santarém.

O distrito de Santarém soma um total acumulado de 1252 casos (757 na Lezíria do Tejo e 495 no ACES Médio Tejo), e um total de 39 óbitos (24 na Lezíria e 15 no ACES Médio Tejo).  A Lezíria do Tejo apresenta um total de 624 doentes recuperados e o ACES Médio Tejo tem 387, o que dá um total de 1011 pessoas recuperadas do vírus.

Portugal com mais três mortos e 261 novas infeções

Mais três mortes e 374 novas infeções associadas à covid-19 foram registadas nas últimas 24 horas, em Portugal, onde estão agora contabilizados 57.448 casos, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), hoje divulgado. De acordo com os dados da DGS, desde o início da pandemia até hoje, registaram-se 1.818 óbitos associados ao novo coronavírus.

Em relação aos doentes recuperados, após os 210 registados desde sexta-feira, são agora 41.766. Os três óbitos registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, que totaliza agora 29.663 infeções (mais 149) e 663 vítimas mortais.

No norte, que contabiliza 848 mortos, registam-se 20.614 casos de covid-19, mais 157 que na véspera. Na região centro, registaram-se mais 23 casos, num total de 4.780, com 253 mortos.

O Alentejo registou mais três infeções, num total de 926, e contabiliza 22 mortos, enquanto o Algarve, com 1.099 infeções, registou 37 novos casos nas últimas 24 horas. Nesta região a covid-19 provocou 17 mortos. Nos Açores, registou-se um caso nas últimas 24 horas, o que perfaz um total de 209 infeções e 15 mortos desde o início da pandemia. Na Madeira, foram quatro os novos casos, o que totaliza 157, sem óbitos.

O boletim da DGS refere ainda que estão atualmente em vigilância 33.965 doentes, mais 35 que na sexta-feira.

O número de internados desceu para 324 (menos 10) e os doentes em internamento nas Unidades de Cuidados Intensivos subiu para 40, com mais dois casos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 40 e os 49 anos o registo de maior número de infeções.

No total, a doença afetou 25.837 homens e 31.611 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 916 eram homens e 902 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 838 mil mortos e infetou quase 24,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome