Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Maio 8, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | Médio Tejo regista 9 novos casos e está preparado para reabertura do ensino secundário e universitário

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou 9 novos casos de infeção por covid-19 nas últimas 24 horas, cinco dos quais em Abrantes, três no Entroncamento e um em Ourém. O número de pessoas infetadas no surto que levou ao encerramento na quinta-feira da escola básica Maria Lucília Moita, em Abrantes, evoluiu ontem para 11 casos, afetando no sábado um total de 4 crianças, 6 familiares e uma funcionária da escola, sendo atualmente a situação mais preocupante na região.

- Publicidade -

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, garantiu hoje que os estabelecimentos de ensino secundário e universitário estão preparados para reabrir na segunda-feira em segurança em todo o país, independentemente do grau de risco no concelho. “É preciso preservar a equidade e também a partir do sistema educativo podermos de certa forma mostrar ao resto da sociedade que as regras existem na escola e também podem existir fora da escola”, afirmou o governante. No ACES Médio Tejo, todos os 11 municípios estão em risco moderado e preparados para o desconfinamento, tendo a Delegada de Saúde apelado a todos os cuidados e lembrado que há concelhos mais pequenos que, com cinco ou seis casos de doença, entram na zona vermelha dos 120 casos por 100 mil habitantes.

ÁUDIO: MARIA ANJOS ESPERANÇA, SAÚDE PÚBLICA ACES MÉDIO TEJO:

- Publicidade -

Nos 11 municípios do ACES Médio Tejo há hoje um total acumulado de 12.824 infeções desde o início da pandemia (+9), sendo Ourém o que regista maior número de casos, com 3.010 infeções (+1), seguido de Tomar, com 2497 (-), Torres Novas, com 1988 (-), Abrantes, com 1551 (+5), Entroncamento, com 1104 (+3), Alcanena, com 1021 (-), Ferreira do Zêzere, com 612 (-), Mação, com 433 (-), Vila Nova da Barquinha, com 266 (-), Sardoal, com 180 (-), e Constância, com 164 casos (-).

No ACES Médio Tejo estão hoje 158 pessoas em vigilância ativa (+8). Abrantes tem 78 cidadãos nesta condição, seguido por Tomar (26), Alcanena (16), Torres Novas (15), Ourém (9),  Entroncamento (7), Constância (3), Mação (2), Ferreira do Zêzere (1), Sardoal (1), e Vila Nova da Barquinha (-).

O ACES Médio Tejo regista um total acumulado de 12.824 pessoas infetadas (+9), 12.334 recuperadas (-), 158 pessoas em vigilância ativa (+8) e 375 óbitos (-).

Sertã tem 679 casos (-) e Vila de Rei 149 (-) desde o início da pandemia

No ACES do Pinhal Interior Sul (PIS), o município da Sertã apresentava ontem um total acumulado de 679 pessoas infetadas, das quais 670 recuperadas da doença. A Sertã não tem nenhum caso ativo e tem uma pessoa em vigilância. Há registo de nove óbitos.

Vila de Rei, por sua vez, registava um total de 149 casos de infeção desde o início da pandemia, 139 pessoas recuperadas da doença e um caso ativo. Há 9 óbitos a registar, segundo os dados do ACES PIS. Vila de Rei não tem pessoas em vigilância ativa.

Região do Médio Tejo com total de 13.652 casos e 393 óbitos nos 13 municípios

Com cerca de 250 mil habitantes, os 13 municípios do Médio Tejo somam 13.652 casos de infeção pelo novo coronavírus, das quais 12.824 no ACES Médio Tejo e 828 no ACES Pinhal Interior Sul (679 na Sertã e 149 em Vila de Rei). Há um total de 13.143 pessoas recuperadas (12.334 no ACES Médio Tejo, um total de 670 na Sertã e 139 em Vila de Rei (ACES PIS), a par de 393 óbitos (375 no ACES Médio Tejo e 18 no ACES PIS).

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes, e abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km’s quadrados.

Os municípios da Sertã e Vila de Rei fazem parte do Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo na divisão político-administrativa mas em termos de Saúde estão ligados ao ACES do Pinhal Interior Sul (PIS) que abrange ainda os concelhos de Proença-a-Nova e Oleiros, num total de cerca de 30 mil utentes.

Ponte de Sor com 816 casos (-) e Gavião com 194 (-) casos acumulados

No Alto Alentejo, Ponte de Sor apresenta um total acumulado de 816 casos positivos desde o início da pandemia (-), dos quais 781 estão recuperados (-) e dois casos estão hoje ativos. Há 33 óbitos a lamentar no concelho devido à covid-19 (-).

Gavião, por sua vez, apresenta um total acumulado de 194 casos (-) de covid-19, dos quais 187 pessoas estão dadas como recuperadas da doença (-). Há sete óbitos (-) a lamentar e nenhum caso ativo no concelho.

Lezíria com 14.991 casos (+14) e 474 óbitos desde o início da pandemia

A Lezíria do Tejo apresenta um total de 14.991 casos de infeção por SARS-CoV-2, dos quais 4.407 casos no concelho de Santarém. A Chamusca tem um total de 474 casos confirmados e 18 óbitos, e a Golegã tem 267 infeções e 10 óbitos.

A região da Lezíria acumula 474 óbitos, 151 dos quais em Santarém, e 14.356 pessoas recuperadas da doença (+3).

Distrito de Santarém com total de 27.815 casos e 847 óbitos

O distrito de Santarém regista um total de 27.815 casos confirmados de doença (14.991 na Lezíria do Tejo e 12.824 no ACES Médio Tejo), e 849 óbitos (474 na Lezíria e 375 no ACES Médio Tejo) desde início da pandemia. A Lezíria apresenta 14.356 recuperados e o ACES Médio Tejo 12.334, o que dá um total de 26.690 pessoas recuperadas da doença.

Portugal regista mais três mortes, 441 novos casos e subida dos internamentos

Portugal contabilizou hoje mais três mortes relacionadas com a pandemia de covid-19 e 441 novos casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), que regista um aumento dos internamentos.

Em internamento nas enfermarias estão 428 doentes, mais 13 do que no sábado. Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 109 pessoas, mais seis que no dia anterior. De acordo com o boletim, hoje divulgado, desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 831.001 casos confirmados e 16.945 óbitos.

O número de doentes em cuidados intensivos, que, durante esta semana, esteve a aproximar-se dois dígitos, registou hoje uma nova subida. Por sua vez, o número de novos casos e de óbitos continuou em linha com o registado nas últimas semanas.

Relativamente ao número de doentes em enfermaria, apesar da subida, é preciso recuar a 12 de setembro de 2020 para encontrar um número semelhante (438). Em Portugal, há 25.387 casos ativos, mais 43 do que no sábado. O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde aumentou em 74 para 20.712. O número de recuperados, por seu turno, fixou-se 788.669, mais 395.

O índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavírus em Portugal desceu, na sexta-feira, para 1,05 assim como a incidência de casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias que se situa nos 71,6.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na quarta-feira, apontavam para um Rt nacional de 1,06 e uma incidência de 72,4 casos por 100.000 habitantes.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome