Covid-19 | Médio Tejo com sete novos casos e surto em fábrica em Abrantes (C/AUDIO)

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou nas últimas 24 horas mais sete pessoas infetadas pela covid-19 e chegou aos 845 casos confirmados. Foto: DR

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou sete novos casos de infeção com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, 4 dos quais em Torres Novas, 2 em Tomar e 1 em Mação. Com um total de 845 casos confirmados e 22 óbitos na região, a Delegada de Saúde Pública aconselha a utilização da aplicação Stayaway Covid e é favorável à utilização da máscara em espaços públicos mais movimentados.

PUB

Maria dos Anjos Esperança fez um ponto da situação na região, e deu conta de um surto numa fábrica em Abrantes, com cinco casos confirmados na empresa Momsteel, mas ainda não contabilizados no mapa, e disse que os testes dos alunos de uma escola em Abrantes foram todos negativos, à exceção de dois, que foram inconclusivos. Portugal regista hoje 2.608 novos casos de infeção com o novo coronavirus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia de covid-19, e 21 mortos, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

Nos 11 concelhos do ACES Médio Tejo, com um total de 845 casos confirmados (+7), Ourém regista 206 casos positivos, Tomar tem 182 (+2), Entroncamento 169, Torres Novas 99 (+4), Abrantes 81, Mação 44 (+1), Alcanena 29, Vila Nova da Barquinha tem agora 15, Ferreira do Zêzere 9 e Constância 7. Sardoal tem 4 casos confirmados.

PUB

No ACES Médio Tejo, Torres Novas tem hoje 43 pessoas em vigilância ativa, seguido de Ourém (40), Entroncamento (39), Abrantes (22), Alcanena (13), Constância e Tomar (11), Vila Nova da Barquinha (6), Ferreira do Zêzere (5), Mação (3) e Sardoal (2).

Este ACES regista hoje um total acumulado de 845 pessoas infetadas (+7), 502 recuperadas (-), 215 pessoas em vigilância ativa (-) e 22 óbitos (-).

PUB

No ACES do Pinhal Interior Sul, Vila de Rei mantém um caso de infeção desde o início da pandemia. A Sertã tem um total acumulado de 36 casos confirmados, dos quais 19 pessoas estão recuperadas da doença e 17 casos mantêm-se ativos.

Com cerca de 250 mil habitantes, os 13 municípios do Médio Tejo somam hoje um total de 882 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus (845 no ACES Médio Tejo e 37 no ACES Pinhal Interior Sul), 521 pessoas recuperadas (502 no ACES Médio Tejo, 18 em Sertã e 1 em Vila de Rei) e 22 óbitos.

Em todo os 13 municípios do Médio Tejo, há 716 casos de infeção registados no período pós-confinamento, mais 567 do que os reportados na fase inicial de contenção da doença.

No Alto Alentejo, Gavião registou em agosto os únicos nove casos de covid-19. Ponte de Sor apresenta um total acumulado de 25 casos positivos. Pelo menos cinco dos casos são relativos a pessoas que não residem no concelho e que não atualizaram a sua residência fiscal, pelo que o município refere apenas a ocorrência de 20 casos.

A Lezíria do Tejo, por sua vez, apresenta um total acumulado de 1239 doentes, dos quais 486 casos no concelho de Santarém, segundo dados da Rede Regional. A Chamusca tem um total de 37 casos confirmados, entre os quais um óbito, e a Golegã regista 37 infeções. A região da Lezíria acumula 39 óbitos, 24 deles em Santarém.

O distrito de Santarém soma um total acumulado de 2084 casos (1239 na Lezíria do Tejo e 845 no ACES Médio Tejo), e um total de 61 óbitos (39 na Lezíria e 22 no ACES Médio Tejo).  A Lezíria do Tejo apresenta um total de 943 doentes recuperados e o ACES Médio Tejo tem 512, o que dá um total de 1445 pessoas recuperadas do vírus.

Novo recorde de casos em Portugal com 2.608 infeções e 21 mortos

Portugal regista hoje 2.608 novos casos de infeção com o novo coronavirus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia de covid-19, e 21 mortos, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). É o terceiro dia consecutivo que Portugal tem mais de dois mil novos casos, após os 2.072 registados na quarta-feira e os 2.101 na quinta.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.149 mortes e 95.902 casos de infeção, estando ativos 37.697 casos, mais 1.602 do que na quinta-feira. A DGS indica que das 21 mortes registadas, 10 ocorreram na região Norte, nove em Lisboa e Vale do Tejo e duas na região Centro.

Relativamente aos internamentos hospitalares, nas últimas 24 horas há mais 22 pessoas internadas, totalizando 1.015, das quais 144 em cuidados intensivos (mais cinco em relação a quinta-feira). As autoridades de saúde têm em vigilância 51.784 contactos, mais 183 do que na quinta-feira. Nas últimas 24 horas houve 985 doentes recuperados, totalizando 56.066 desde o início da pandemia.

A região Norte foi onde nas últimas 24 horas se registaram mais novas infeções, com 1.350 casos, totalizando 37.157 e 944 mortos. Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 725 novos casos de infeção, contabilizando-se desde o início da pandemia 46.246 casos e 866 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 323 casos, contabilizando-se 7.834 infeções e 277 mortos. No Alentejo foram registados mais 150 novos casos de covid-19, para um total de 1.914, com um total de 26 mortos desde o início da pandemia. A região do Algarve tem hoje notificados mais 44 novos casos de infeção, somando 2.124 casos e 21 mortos. Na Região Autónoma dos Açores foram registados mais quatro casos novos, somando 310 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia. A Madeira registou 12 novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 317 infeções, sem óbitos até hoje.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções. A faixa etária entre os 40 e os 49 é a que regista o valor mais elevado. Os dados revelam ainda que do total de pessoas infetadas desde o início da pandemia 43.649 são homens e 52.253 mulheres.

Em relação aos óbitos, a covid-19 já provocou mais mortes entre os homens (1.081) do que nas mulheres (1.068). Em sentido inverso está o género de infetados com a doença que já atingiu 50.762 mulheres e 42.532 homens.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e três mil mortos e mais de 38,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

c/LUSA

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here