Covid-19 | Médio Tejo com 14 novos casos e preocupação com 15% de assintomáticos entre população infetada (C/AUDIO)

Os 13 municípios da região do Médio Tejo somam hoje um total de 851 casos de doença por covid-19 desde o início da pandemia. Foto: DR

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou 14 novos casos por covid-19 nas últimas 24 horas, quatro deles no Entroncamento, três em Ourém, dois em Abrantes, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, e um caso em Tomar. Portugal registou hoje mais cinco mortos relacionados com a covid-19 e um número recorde de 1.646 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

PUB

A Delegada de Saúde Pública, Maria dos Anjos Esperança, fez o ponto de situação do evoluir da pandemia no ACES Médio Tejo, com os novos casos a subirem em faixas etárias mais jovens, nomeadamente em idade ativa e em estudantes, e destacou o facto preocupante de mais 15% das pessoas infetadas serem assintomáticas. No surto do lar dos Ferroviários, o número de casos ativos baixou de 62 para 49, dos quais 39 em utentes (-6) e 10 em funcionários (-6). Cinco pessoas continuam internadas no hospital de Abrantes (quatro utentes e um funcionário), mantendo-se um total de sete óbitos em utentes.

Nos 11 concelhos do ACES Médio Tejo, com um total de 814 casos confirmados (+14), Ourém regista 196 casos positivos (+3), Tomar tem 176 (+1), Entroncamento 165 (+4), Torres Novas 94 (+2), Abrantes 78, Mação 42 (+2), Alcanena 29, Vila Nova da Barquinha tem agora 15 (+2), Ferreira do Zêzere 9 e Constância 7. Sardoal tem 3 casos confirmados desde o início da pandemia.

PUB

No ACES Médio Tejo, o Entroncamento tem hoje 49 pessoas em vigilância ativa, seguido de Ourém (32), Torres Novas (28), Alcanena (27), Tomar (23), Abrantes (14), Vila Nova da Barquinha (9), Mação, Ferreira do Zêzere e Constância (1). Sardoal é o único concelho sem pessoas em vigilância ativa ao dia de hoje.

Este ACES regista hoje um total acumulado de 814 pessoas infetadas (+14), 487 recuperadas (-), 185 pessoas em vigilância ativa (-14) e 22 óbitos (-).

PUB

No ACES do Pinhal Interior Sul, Vila de Rei mantém um caso de infeção desde o início da pandemia. A Sertã tem um total acumulado de 36 casos confirmados, dos quais 12 pessoas estão recuperadas da doença e 24 casos mantêm-se ativos.

Com cerca de 250 mil habitantes, os 13 municípios do Médio Tejo somam hoje um total de 851 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus (814 no ACES Médio Tejo e 37 no ACES Pinhal Interior Sul), 500 pessoas recuperadas (487 no ACES Médio Tejo, 12 em Sertã e 1 em Vila de Rei) e 22 óbitos.

Em todo os 13 municípios do Médio Tejo, há 692 casos de infeção registados no período pós-confinamento, mais 543 do que os reportados na fase inicial de contenção da doença.

No Alto Alentejo, Gavião registou em agosto os únicos nove casos de covid-19. Ponte de Sor apresenta um total acumulado de 25 casos positivos. Pelo menos cinco dos casos são relativos a pessoas que não residem no concelho e que não atualizaram a sua residência fiscal, pelo que o município refere apenas a ocorrência de 20 casos.

A Lezíria do Tejo, por sua vez, apresenta um total acumulado de 1179 doentes, dos quais 451 casos no concelho de Santarém, segundo dados da Rede Regional. A Chamusca tem um total de 29 casos confirmados, entre os quais um óbito, e a Golegã regista 35 infeções. A região da Lezíria acumula 36 óbitos, 23 deles em Santarém.

O distrito de Santarém soma um total acumulado de 1992 casos (1178 na Lezíria do Tejo e 814 no ACES Médio Tejo), e um total de 58 óbitos (36 na Lezíria e 22 no ACES Médio Tejo).  A Lezíria do Tejo apresenta um total de 892 doentes recuperados e o ACES Médio Tejo tem 487, o que dá um total de 1379 pessoas recuperadas do vírus.

Portugal com 5 mortos e 1.646 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje mais cinco mortos relacionados com a covid-19 e um número recorde de 1.646 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, em março, este é o maior número de casos de infeção. O segundo maior registo aconteceu a 10 de abril, com 1.516, e o terceiro mais recentemente, nesta sexta-feira, com 1.394 novos casos.

Portugal já registou 2.067 mortes e 85.574 casos de infeção, estando hoje ativos 30.704 casos, mais 1.002 do que na sexta-feira.

A DGS indica que, das cinco mortes registadas nas últimas 24 horas, duas ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, duas na região Norte, onde agora se verifica o maior número de infeções (na sexta-feira liderava Lisboa), e uma no Algarve.

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim revela que estão internadas 831 pessoas (mais 20 nas últimas 24 horas), das quais 122 em cuidados intensivos (menos três em relação a sexta-feira).

O número de recuperados aumentou para 52.803 (mais 639 do que na sexta-feira).

c/LUSA

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here