- Publicidade -

Covid-19 | Mação aprova novos apoios às famílias, empresas e agentes económicos

A Câmara Municipal de Mação aprovou um novo pacote de medidas de apoio no âmbito da pandemia, que se estende à área do apoio social, mas também ao apoio às empresas e agentes económicos. Este novo conjunto de medidas poderá rondar um valor global de 100 a 150 mil euros, que acresce aos 400 mil euros de despesa assumida pela autarquia desde o início da pandemia, enquanto apoios cedidos face à covid-19. Em causa está, nomeadamente, a devolução do valor das faturas da água, saneamento e RSU emitidas em março e abril de 2021, a quem o requerer, bem como a devolução de 50% do valor pago do IMI dos imóveis afetos a empresas e devolução de 50% do valor liquidado referente ao arrendamento de espaços comerciais/empresas.

- Publicidade -

Estas novas medidas, tomadas à semelhança do que foi lançado em abril de 2020, foram aprovadas por unanimidade em sede de executivo camarário na reunião do dia 24 de fevereiro, por proposta do presidente da CM Mação.

Além das medidas já tomadas de apoio às IPSS e Bombeiros, desde subsídios a atribuição de EPI, máscaras e outros materiais, surgem novos apoios dedicados à população do concelho, às empresas e agentes económicos como complemento.

- Publicidade -

Foram aprovadas as seguintes medidas:

1. Devolução do valor liquidado nas faturas referentes a água, saneamento e RSU, com exceção das tarifas fixas, aos munícipes que manifestarem essa intenção. Esta medida aplicar-se-á às faturas emitidas nos meses de março e abril 2021. Segundo Vasco Estrela, autarca da CM Mação, esta medida não é aplicada de forma automática, até porque a autarquia não tem a gestão destes serviços que estão atribuídos à empresa Tejo Ambiente. Os interessados devem fazer o requerimento para o efeito junto da CM Mação.

2. Devolução às empresas de 50% do valor pago de IMI dos imóveis afetos à atividade da empresa (após comprovativo de pagamento);

3. Devolução de 50% do valor liquidado, referente ao arrendamento de espaços comerciais/empresa, dos meses de janeiro, fevereiro e março de 2021 (após comprovativo de pagamento);

4. Isenção e/ou devolução de 50% do pagamento de rendas às empresas com contratos de arrendamento no Centro de Negócios e GAJPE dos meses de janeiro, fevereiro e março de 2021 (mediante comprovativo de pagamento);

5. Suspensão do pagamento de rendas dos espaços concessionados nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2021;

6. Manutenção de todos os apoios em vigor desde o início da pandemia a todos os munícipes e entidades do concelho, bem como às diversas autoridades que têm intervido no âmbito desta pandemia.

Foto: mediotejo.net

Por outro lado, a autarquia destaca o serviço e atuação de proximidade por parte da Ação Social do Município de Mação, que tem estado junto da população mais idosa e isolada devido ao confinamento, não só os que integram a Universidade Sénior/Clube Sénior, como também os idosos mais vulneráveis e sinalizados. O SAS além de acompanhar os idosos “para aferir necessidades” também reforça o contacto “para combater a solidão” dando uma palavra amiga a estes munícipes que por força da pandemia estão ainda mais distanciados da sociedade e, principalmente, das suas famílias.

A autarquia refere que “esta ação é feita presencialmente, com a devida distância, ou por telefone, através de uma conversa”.

Por outro lado, o serviço de Transportes da Câmara Municipal de Mação está a apoiar os munícipes mais idosos que não têm meios próprios de deslocação para a toma da vacina contra a covid-19, tendo já sido transportados por duas vezes cerca de 20 idosos de várias freguesias do concelho. Os idosos manifestam essa necessidade quando são contactados pelo Centro de Saúde de Mação – local de vacinação – que depois informa a Câmara e transmite a listagem oficial.

Segundo Vasco Estrela, depois de alerta de Nuno Barreta (PS), vereador e enfermeiro de Saúde Pública do Centro de Saúde de Mação, todas as medidas de segurança e proteção perante a covid-19 estão a ser cumpridas no transporte dos idosos, sendo respeitadas distâncias, uso de máscara e cuidados de desinfeção.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).