- Publicidade -

Covid-19 | Mação acolhe arranque da vacinação a idosos com mais de 80 anos (C/ÁUDIO)

A etapa de vacinação de idosos com mais de 80 anos e pessoas com mais de 50 anos e patologias associadas arranca em Mação esta quinta-feira, dia 11 de fevereiro, confirmou o autarca maçaense Vasco Estrela ao mediotejo.net. Os idosos serão vacinados no Centro de Saúde da vila, sendo ainda assegurado pela CM Mação o transporte a cerca de 7 utentes oriundos de algumas aldeias mais distantes e que dele necessitam. Porém, estão disponíveis apenas 102 vacinas para já para o ACES do Médio Tejo, número que está aquém do universo de pessoas do concelho incluídas na listagem desta etapa.

- Publicidade -

Serão vacinadas cerca de 100 pessoas em Mação, no Centro de saúde da vila, segundo o presidente da Câmara, Vasco Estrela, e acrescenta que foi solicitado “apoio para transportar algumas pessoas que necessitam de transporte, tenho a indicação que são cerca de 7 pessoas”. Quanto ao diminuto número de vacinas, o edil diz que fica “muito aquém daquilo que é a conta para o concelho de Mação, mesmo para as pessoas com mais de 80 anos. Provavelmente dará para as pessoas entre os 90 e os 100 anos… todas as outras não ficam englobadas”.

ÁUDIO | Vasco Estrela, presidente da CM Mação

- Publicidade -

O autarca lembra que Mação é o concelho do ACES Médio Tejo com “maior proporção de pessoas com mais de 75 anos, mais idosas, e consequentemente, com mais de 80 anos. Tenho a certeza que o número de vacinas [102] não chegará para o universo de pessoas com mais de 80 anos e para o daqueles que têm mais de 50 anos e patologias associadas”.

“Penso que estamos numa situação complicada, todos estamos diariamente a assistir, não havendo no país e no mundo as vacinas suficientes para aquilo que era necessário. Temos de compreender a situação e ter alguma dose de paciência para irmos gerindo esta situação que se está a criar, e acreditar que daqui por mais algum tempo será possível vacinar de forma consistente todas as pessoas que são precisas”, afirma.

Quanto à opção pelo arranque desta etapa do plano de vacinação contra a covid-19 no concelho de Mação, entre os 11 concelhos do ACES Médio Tejo, justifica-se pelo facto de “as ERPI estarem vacinadas e existir disponibilidade por parte do pessoal de enfermagem, não estando afetos a outro tipo de serviços. Uma vez que o assunto das ERPI está resolvido ao contrário do que sucede noutros concelhos da região do Médio Tejo, sendo que também foi aqui que arrancou a vacinação contra a covid-19 nos lares, houve esta disponibilidade para, nesta fase, utilizarem estas 100 vacinas”, contextualiza Vasco Estrela.

O edil destacou ainda a “relação de proximidade” que os municípios da região do Médio Tejo têm tido, crendo que acontece também em todo o país, no que toca à colaboração com as autoridades de saúde e todas as entidades envolvidas nos processos de combate à pandemia de covid-19, mostrando-se as autarquias disponíveis a aceder a inúmeras necessidades e intervenções sinalizadas quando chamadas para esse efeito e até voluntariando-se para tal.

Ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo que abrange uma população de 250 mil pessoas de 11 municípios do Médio Tejo, excluindo os concelhos de Sertã e Vila de Rei, estava previsto chegarem mais de 4 mil vacinas, segundo Miguel Borges, presidente da CM Sardoal e presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil. O mesmo responsável já considerou “ridículo” as 104 vacinas disponíveis para o arranque da vacinação para idosos com mais de 80 anos e pessoas com mais de 50 e patologias associadas, alertando que este volte-face vem dificultar o planeamento.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).