Covid-19 | Lar dos Ferroviários com “evolução favorável” e há casos em três escolas do Entroncamento

Num ponto de situação relativamente à pandemia de Covid-19 no Entroncamento, o presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria (PS), deu conta em reunião do executivo da existência de pelo menos oito alunos de três escolas que testaram positivo à Covid-19. Quanto à situação no Lar dos Ferroviários, o autarca anunciou a existência de mais três recuperados que regressaram à instituição, havendo agora um total de 36 utentes infetados e nove trabalhadores.

PUB

“Temos neste momento, ao nível das escolas, oito estudantes positivos, disse o presidente do Município de Entroncamento, Jorge Faria (PS), na reunião do executivo de segunda-feira, 19 de outubro.

Há ainda um caso suspeito por confirmar de uma aluna da escola secundária, acrescentou o autarca, que clarificou que os casos positivos foram detetados em alunos do 7º ano da Escola Secundária do Entroncamento (quatro alunos de uma turma e dois de outra), da Escola Básica da Zona Verde (um aluno do 2.º ano) e ainda um caso de infeção num aluno do 5.º ano da Escola Básica 2/3 Dr. Ruy D’ Andrade.

PUB

O presidente do Município de Entroncamento elucidou que as turmas onde foram detetados casos positivos de Covid-19 estão “todas em isolamento” desde a semana passada.

Já esta terça-feira, 20 de outubro, a diretora do Agrupamento de Escolas Cidade do Entroncamento, Amélia Vitorino, sublinhou que existem quatro turmas em confinamento, admitindo que “as pessoas estão serenas e confiantes” e que estão a ser cumpridos todos os procedimentos necessários, num trabalho entre o Agrupamento, delegado de saúde e Câmara Municipal.

 

Lar dos Ferroviários com “evolução favorável”. Mais três idosos recuperados

Lar dos Ferroviários no Entroncamento. Foto: DR

Quanto ao surto no Lar do Entroncamento da Associação dos Lares Ferroviários, Jorge Faria considera que a situação está a evoluir de forma “sustentada, favorável”.

No final da passada semana e durante o fim semana, mais três idosos que estavam hospitalizados no Centro Hospitalar do Médio Tejo tiveram alta após testarem negativo, aumentando assim o número de doentes negativos à Covid-19 a viver no lar.

“Neste momento, temos 36 infetados – sendo que estão 34 no lar e dois internados no CHMT – e os trabalhadores são os nove, continuando uma internada mas que continua bem disposta”, disse o presidente do Município de Entroncamento.

Para esta quarta-feira, 21 de outubro, está prevista nova testagem aos utentes do lar que ali se encontram, no sentido de perceber se ainda estão positivos ou não à Covid-19. No total, há já no Lar dos Ferroviários 42 pessoas que recuperaram da doença. Um valor que o autarca assumiu não estar refletido nos números do ACES Médio Tejo. Nesse sentido, a autarquia vai disponibilizar um técnico para auxiliar a autoridade de saúde na parte administrativa de organização da informação.

Jorge Faria refere que relativamente à situação geral do concelho existem “situações pontuais”. “Não temos neste momento ainda qualquer indicação de que possamos estar perante mais um surto localizado ali ou acolá. Estamos sim perante uma situação que está a ser transversal a nível nacional que é estarmos a fazer muitos mais testes”, disse o autarca.

Até ao momento, o concelho de Entroncamento regista sete óbitos por Covid-19 em consequência do surto no Lar dos Ferroviários.

PUB
PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).