Covid-19 | Lar da Santa Casa de Sardoal com seis funcionários infetados (c/áudio)

Seis trabalhadores da Santa Casa da Misericórdia de Sardoal testaram positivo ao SARS-CoV-2 e um teste resultou inconclusivo, sendo todos funcionários da valência de lar daquela instituição de solidariedade social. Os resultados foram apurados na noite de quarta-feira no âmbito da segunda fase de realização de testes de diagnóstico ao novo coronavírus aos profissionais das respostas sociais de Estrutura Residencial do distrito de Santarém, segundo disse ao mediotejo.net o presidente da Câmara Municipal de Sardoal, Miguel Borges.

PUB

A má notícia chegou ao final do dia desta quarta-feira a Sardoal. “Cerca das 23h00 tive essa informação da Saúde Pública”, disse ao mediotejo.net Miguel Borges confirmando a existência de “seis casos positivos e um caso inconclusivo”.

PUB

As pessoas que testaram positivo ao novo coronavírus “são todos trabalhadores do lar da Santa Casa da Misericórdia de Sardoal” o que preocupa as entidades de saúde pública e o próprio presidente da Câmara.

Os testes realizaram-se no âmbito da segunda fase de realização de testes de diagnóstico ao SARS-CoV-2 aos profissionais das respostas sociais de Estrutura Residencial do distrito de Santarém, que arrancou recentemente, definidos pela Segurança Social. “Já tinha sido feita uma primeira parte na semana anterior com todos os resultados negativos e agora neste grupo de funcionários há na verdade seis positivos”, reforça o autarca.

Estes resultados obrigam agora a ativar procedimentos para a contenção da doença, incluindo o teste a cerca de 160 pessoas entre funcionários e utentes e outras pessoas com quem tiveram ligações. “Os funcionários e os utentes durante o dia de amanhã vão ser todos testados. Convém dar uma margem e amanhã será o dia ideal para fazer esta testagem”, referiu.

O autarca acrescentou que, numa atitude de “prevenção”, hoje e amanhã “todos os filhos de funcionários que frequentem as escolas, foram dadas instruções pela Saúde Pública, ficam em casa a aguardar os resultados” que devem ser conhecidos sábado ou domingo.

A ideia passa por “percebermos a real dimensão da situação ou se ficamos por estes seis casos e um inconclusivo que até prova em contrário é considerado como um caso positivo”, notou.

Miguel Borges convocou para esta tarde “uma reunião extraordinária da Comissão Municipal de Proteção Civil, às 15h00, com participação de todos os elementos, incluindo a Santa Casa, e da Saúde Pública, onde vamos analisar o que fazer e quais os melhores procedimentos, analisando o Plano de Contingência da Santa Casa” no sentido de “minimizar” o problema.

“Neste momento vamos tentar preparar-nos para os piores cenários fazendo fé a que não venham a existir, mas para que não tenhamos surpresas”, concluiu.

A Santa Casa da Misericórdia de Sardoal é uma Instituição com mais de quinhentos anos de existência. Primeiro funcionou como Confraria de Santa Maria da Caridade e, em 1800, foi fundado o Hospital que viria a ser, durante mais de um século, um local de cuidados de Saúde no Sardoal.

Em comunicado, a Comissão Municipal de Proteção Civil de Sardoal, dá conta que reuniu hoje com urgência garantindo que “acompanha com preocupação” a evolução da situação pandémica no Concelho, na sequência dos resultados positivos para covid-19 em alguns trabalhadores da Santa Casa da Misericórdia de Sardoal.

“Os casos positivos estão a ser acompanhados, assim como as possíveis redes de
contágio, pela Unidade de Saúde Pública e pela Unidade de Saúde Familiar” do concelho de Sardoal.

De igual modo “foi manifesta especial preocupação do impacto em ambiente escolar,
provocando alguma instabilidade no normal funcionamento do Agrupamento de Escolas, tendo sido já tomadas algumas medidas preventivas, conforme orientações da Unidade de Saúde Pública” acrescenta o comunicado.

A Comissão Municipal de Proteção Civil de Sardoal apela “à serenidade de todos, considerando o contexto, e ao rigoroso cumprimento das normas emanadas pela Direção Geral da Saúde – uso de máscara, distanciamento social, desinfeção das mãos e etiqueta respiratória”.

Refira-se que a Comissão é composta pelos representantes da Unidade de Saúde
Pública, Unidade de Saúde Familiar, GNR, Instituto de Segurança Social, Associação de
Assistência e Domiciliária de Alcaravela, Santa Casa da Misericórdia de Sardoal, Bombeiros
Municipais, Centro Hospitalar do Médio Tejo, pela diretora do Agrupamento de Escolas de
Sardoal, coordenador Municipal de Proteção Civil, presidentes de Junta de Freguesia sendo
presidida pelo presidente da Câmara Municipal.

Atualmente, a Santa Casa da Misericórdia contempla um Lar de Idosos, Centro de Dia, Unidade de Apartamentos Lúcio Serras Pereira, Apoio Domiciliário e serve refeições nas Cantinas Sociais.

A Santa Casa da Misericórdia de Sardoal conta com cerca de 44 utentes permanentes em Estrutura Residencial Para Idosos. A instituição contabiliza 97 trabalhadores.

PUB
Paula Mourato
A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).