Covid-19 | Idoso infetado coloca Lar de Fátima (Ourém) em quarentena (C/AUDIO)

Lar encontra-se na entrada lateral norte do Santuário de Fátima. Foto: Irmãs Concepcionistas

Um idoso de 90 anos, residente atualmente no Lar Santa Beatriz da Silva, em Fátima, concelho de Ourém, foi confirmado positivo para Covid-19, anunciaram hoje as autoridades de saúde. A maioria das cerca de 50 funcionárias está de quarentena e o trabalho encontra-se neste momento a ser garantido por cerca de sete religiosas. O Lar, propriedade da congregração das Irmãs Concepcionistas ao Serviço dos Pobres, alberga mais de 70 utentes.

PUB

Segundo adiantou por telefone a assistente social da instituição, Verónica Dias, o idoso, que tem já uma saúde débil, foi hospitalizado no domingo, tendo o resultado da análise ao Covid-19 chegado na segunda-feira. “Contactámos o delegado de saúde, o presidente da câmara, a segurança social”, informou a responsável, tentando assim cumprir todas as indicações.

Parte das funcionárias e restantes utentes fizeram testes logo na segunda-feira, outros fizeram esta terça-feira. A maioria das cerca de 50 funcionárias, incluindo a própria assistente social, foi colocada de quarentena. O lar encontra-se assim neste momento a ser servido por sete religiosas, que asseguram a alimentação, a higiene básica e a medicação.

PUB

Verónica Dias esteve entretanto a contactar os responsáveis pelos idosos. No caso dos testes virem negativos, procura-se condições para que estes possam ficar temporariamente a cargo das famílias.

Neste momento a saúde pública aguarda os resultados dos testes à população do Lar para saber que medidas tomar a seguir.

Em declarações ao mediotejo.net, a Delegada de Saúde Pública do ACES Médio Tejo, disse o idoso foi internado numa unidade hospitalar e que este caso positivo configura preocupação acrescida porque vivem numa comunidade fechada e também pelos cuidadores dos utentes, bem como pelas morbilidades que estes cidadãos apresentam. Maria dos Anjos Esperança deu conta que já foram realizados testes aos funcionários que estiveram em contacto e aos utentes e que hoje continuaram a ser realizadas análises de despiste às pessoas que lá estão, com a ajuda do INEM.

O lar continua a funcionar, com atenções e cuidados redobrados, tendo a Delegada de Saúde avançado que, se houver necessidade de retirar utentes daquele espaço, está já tudo planeado com as várias autoridades com competência na matéria, como a Segurança Social, Câmara Municipal e autoridades de saúde.

 

Em declarações por videoconferência aos jornalistas após a reunião camarária de 30 de março, o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, já mencionara que o município não tem condições de fazer testes a toda a população institucionalizada do concelho.

Ourém tem em IPSS cerca de 2700 idosos, referiu, mais os funcionários das respetivas instituições, o que equivaleria a cerca de 4 mil pessoas.

“Não temos isso previsto”, esclareceu, sendo que cada teste custa 110 euros e o Governo já está a tomar a iniciativa de testar a população dos lares.

Face a um contacto do mediotejo.net esta terça-feira, 31 de março, Luís Albuquerque completou que mesmo que o município pretendesse avançar com os testes à população dos lares, neste momento “não há capacidade instalada”, quer no serviço público quer no privado, para fazer testes Covid-19.

Quanto ao caso do lar em quarentena em Fátima, o presidente assegurou que “estamos preparados para responder ao que for preciso, logo que haja decisões”.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here