Covid-19 | Hugo Hilário destaca “concertação máxima” no Alto Alentejo no combate ao vírus (C/AUDIO)

Hugo Hilário, presidente da CIMAA e da CM Ponte de Sor, destaca “concertação máxima” no Alto Alentejo no combate ao vírus. Foto arquivo: CIMAA

No âmbito de um Acordo de Colaboração entre a CIMAA e a ULSNA, os Municípios do Alto Alentejo irão assegurar a comparticipação nacional de uma candidatura para a aquisição de ventiladores, equipamentos de Proteção Individual e outros materiais e equipamentos necessários, num investimento total de perto de 1 milhão de euros, anunciou o Presidente do Conselho Intermunicipal, Hugo Hilário, que preside também à Câmara de Ponte de Sor.

“A comparticipação nacional representa um esforço financeiro na ordem dos 150 a 200 mil euros por parte dos 15 municípios, sendo a CIMAA a promotora de uma iniciativa que se concretiza por via do apoio dos 15 municípios do distrito. A CIMAA não tem orçamento para este investimento sendo que cada município assumirá a sua parte e a sua responsabilidade”, notou Hugo Hilário, tendo destacado a união entre todos no sentido de apoiar ao máximo as populações e empresas, no sentido de minimizar os prejuízos decorrentes desta pandemia.

Como resposta à situação de emergência de Saúde Pública, foi acordada a “preparação de medidas temporárias de apoio às famílias, às instituições e às empresas”, medidas a CIMAA defende que “devem preferencialmente ser tomadas conjuntamente e harmonizadas entre todos os municípios” do distrito, tendo Hugo Hilário feito notar este domingo, em declarações ao mediotejo.net, que “já se sente no território os efeitos de uma crise económico-financeira, que inevitavelmente se irá traduzir numa recessão económica cujo impacto negativo nas empresas, nas instituições e nas famílias, já se expressa de forma bastante significativa”.

PUB

Nesse sentido, sublinha, “é essencial preservar o tecido empresarial”,  importante “que o valor que ao longo dos anos os empresários e os trabalhadores foram criando, não seja destruído em dois meses” e “fundamental que a capacidade produtiva se mantenha intacta para que, quando as medidas de contenção forem retiradas, as empresas possam responder às solicitações”.

Assim, defende o presidente da CIMAA, “é crucial que os postos de trabalho se mantenham para que a experiência e o conhecimento das operações e dos clientes que os trabalhadores adquiriram ao longo dos anos, não desapareça em pouco tempo”.

A partir deste posicionamento comum, o poder local da região Alto Alentejo pretende “no mais curto espaço de tempo adotar medidas conjuntas, que legalmente sejam possíveis aos Municípios em complemento às medidas Governamentais, para ajudar micro, pequenas e médias empresas, porque está mais próximo da realidade económica local, vive os problemas das populações e do tecido empresarial como mais ninguém e tem uma sensibilidade distinta, diminuindo e mitigando os impactos negativos advenientes deste surto epidémico”.

Hugo Hilário, Presidente do Conselho Intermunicipal da CIMAA e da Câmara de Ponte de Sor. Foto: Notícias Magazine

Os presidentes dos 15 municípios do Alto Alentejo (CIMAA) reuniram através de videoconferência para um ponto de situação inerente à pandemia covid-19 e monitorização dos trabalhos realizados nas várias matérias, num trabalho que o presidente da Comunidade Intermunicipal, Hugo Hilário, destacou pelo “espírito de coesão” e “concertação máxima” por parte dos diversos eleitos em torno de um objetivo comum.

“Independentemente das diferenças das cores políticas de cada um, tenho de destacar a concertação máxima de todos para ajudar a encontrar as melhores soluções para as nossas populações e empresas nesta altura de pandemia”, disse ao mediotejo.net Hugo Hilário, que preside à CIMAA e também ao município de Ponte de Sor.

A própria Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo deu conta na sua página oficial que a reunião desta semana decorreu num “ambiente de franca disponibilidade e espírito de coesão entre todos os autarcas com vista às ações que sejam necessárias para minorar e resolver as consequências da crise que atravessamos em termos de saúde pública e dos reflexos económicos no presente das famílias e das empresas”, ou seja unidos no combate a um problema comum e transversal a todos os municípios.

Na sessão, com cinco pontos na Ordem de Trabalhos e realizada através de videoconferência, procedeu-se à análise e discussão de documento elaborado para a operacionalização do plano de contingência, articulado com o CDOS de Portalegre e foi efetuado um ponto de situação sobre o concurso para aquisição de EPI para IPSS (Auscultação de Interesse), atualização das medidas implementadas nos 15 Municípios, aquisição de ventiladores para a ULSNA, e definição dos locais de Isolamento Municipais que possam ser necessários para os idosos que se encontram institucionalizados nas ERPI´s (lares de idosos).

Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo vai assegurar componente nacional de investimento de 1 milhão de euros em ventiladores e EPI’s. Foto arquivo: CIMAA

Para além do agendamento de reuniões semanais de acompanhamento da situação, foi ainda feito o ponto de situação dos testes covid-19 realizados e a realizar no território, a par da criação de três centros de triagem pela ULSNA.

Na Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), Ponte de Sor, Elvas e Portalegre acolhem as áreas de Assistência a Doentes Covid (ADC), ou centros de triagem. O município de Gavião fica adstrito a Ponte de Sor.

Quer Ponte de Sor quer Gavião, no Alto Alentejo, não registavam até este domingo casos positivos de covid-19. Nesta área geográfica, em 15 municípios, há quatro casos positivos, três em Elvas e um em Portalegre.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA) corresponde à unidade territorial estatística de nível III (NUTIII) do Alto Alentejo e é constituída pelos municípios de Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Marvão, Monforte, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre e Sousel.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here