Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | Hospital de Leiria torna a fechar acesso a acompanhantes

Em nota de imprensa divulgada este domingo, 1 de novembro, o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) informa que vai tornar a fechar o acesso a acompanhantes e visitantes, pelo menos até dia 14 de novembro. No caso do acompanhamento de parturientes, a decisão fica a cargo da equipa médica.

- Publicidade -

- Publicidade -

Refere a informação que a “Task Force COVID-19” do CHL atualizou o seu plano de contingência, nomeadamente o procedimento de acesso às instalações do CHL por não profissionais. Após reunião do conselho de administração, decidiu-se pela suspensão da entrada do acompanhante/cuidador/visitas durante o período de 31 de outubro a 14 de novembro nos serviços de internamento e em Áreas Dedicadas COVID-19.

As exceções a esta situação referem-se ao Serviço de Pediatria, onde é permitida apenas a entrada de um acompanhante. Este acompanhante deve realizar teste SARS-COV-2 e permanecer durante todo o período de internamento no CHL. Também na Urgência de Pediatria é permitida apenas a entrada de um acompanhante.

- Publicidade -

No caso da Unidade de Cuidados Especiais Neonatais e Pediátricos (UCEP) é também permitida a visita do pai durante o horário em vigor para a Torre Poente (19h00 às 20h00, às terças e quintas-feiras). No Serviço de Urgência Ginecológica/Obstétrica é permitida a entrada de um acompanhante, se a equipa clínica assim o entender, para o acompanhamento à grávida, sem possibilidade de troca.

A mesma informação refere que estão também suspensas todas as atividades com entidades externas ao CHL, assim como estágios, previstos iniciar a partir de 2 de novembro; participação dos profissionais de saúde em cursos, seminários, encontros, jornadas ou ações de formação no estrangeiro; cerimónias religiosas das capelas do CHL; consultas de preparação para o parto; e o circuito de visita guiada pré-natal.

O Conselho de Administração do CHL informa ainda que “encontrando-se o grau de risco em constante avaliação pelas entidades competentes da área governativa da saúde, as medidas agora enunciadas serão monitorizadas, e divulgada a sua atualização ou reposição”.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome