Covid-19 | Hospitais do Médio Tejo reforçados com 60 profissionais de saúde

ACES Médio Tejo sem novos casos nas ultimas 24 horas mas com 99 pessoas em vigilância ativa. Foto: DR

Os hospitais do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) vão ter um reforço de 60 profissionais de saúde para a prestação cuidados de saúde na região no âmbito do surto do novo coronavírus. Em comunicado, a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo deu conta da aprovação de um apoio financeiro ao CHMT para o acolhimento de 60 profissionais de saúde, entre “médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico e de terapêuticas das diferentes especialidades assistenciais”, que “vão permanecer nas três unidades do CHMT (Abrantes, Tomar e Torres Novas) durante os próximos 30 dias”.

PUB

PUB

“Inicialmente, o CHMT encetou este pedido aos municípios de Abrantes, Tomar e Torres Novas”, refere a nota da CIM, mas “entenderam os 13 autarcas realizar este apoio, que ascende a 50 mil euros, conjuntamente e através da CIM”, e que se destina a apoio ao alojamento destes profissionais de saúde.

A nota adianta que se pretende “encontrar uma resposta às necessidades dos profissionais de saúde no âmbito da presente pandemia da covid-19 ” e que, “além dos profissionais mencionados, poderão chegar outros grupos profissionais de diversas áreas da saúde, como por exemplo da área da psicologia”.

PUB
Hospitais do Médio Tejo com reforço de 60 profissionais de saúde. Foto: DR

A CIM Médio Tejo dá ainda conta que este alojamento “será assegurado em três unidades hoteleiras, de Abrantes, Tomar e Torres Novas e “reveste-se de grande importância pelos longos períodos de horários de trabalho a que estes profissionais ficarão sujeitos, não havendo condições para que no final dos turnos possam fazer viagens longas para as suas residências”.

Além do mais é um apoio válido “para aqueles profissionais que entendam não regressar ao domicílio por uma questão profilática em relação aos respetivos agregados familiares”.

“Os autarcas do Médio Tejo estão empenhados em encontrar todos os mecanismos que possam mitigar esta pandemia da covid-19 que está a assolar o país” e “apelam para que todos os cidadãos cumpram todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde”, adianta.

Com uma população na ordem dos 250 mil habitantes, a CIM Médio Tejo é composta pelos municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

Constituído pelas unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, separadas geograficamente entre si por cerca de 30 quilómetros, o CHMT funciona em regime de complementaridade de valências, abrangendo uma população na ordem dos 260 mil habitantes de 11 concelhos do Médio Tejo, no distrito de Santarém, Vila de Rei, de Castelo Branco, e ainda dos municípios de Gavião e Ponte de Sor, ambos de Portalegre.

Portugal elevou hoje para 12 o número de mortes associadas ao vírus da covid-19, o dobro face a sexta-feira, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), que regista 1.280 casos confirmados de infeção.

Segundo a DGS, há 156 doentes internados, 35 dos quais em cuidados intensivos. A grande maioria (1.124) está a recuperar em casa.

PUB
APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser), através do IBAN PT50001800034049703402024 (conta da Médio Tejo Edições) ou usar o MB Way, com o telefone 962 393 324.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here