Covid-19 | Há um caso na fábrica da Mitsubishi (Tramagal) e oito alunos infetados no Entroncamento (C/AUDIO)

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou 12 novos casos de infeção com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, cinco dos quais em Ourém, quatro em Abrantes, dois em Tomar e um no Entroncamento. Um trabalhador da fábrica da Mitsubishi Fuso (Tramagal) acusou positivo e há testes a serem realizados a diversos funcionários. Há ainda oito alunos infetados em três escolas do Entroncamento.

PUB

Num ponto de situação relativamente à pandemia de Covid-19 no Entroncamento, o presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria (PS), deu hoje conta em reunião do executivo da existência de pelo menos oito alunos de quatro escolas que testaram positivo à Covid-19.  “Temos neste momento, ao nível das escolas, oito estudantes positivos”. Há ainda um caso suspeito por confirmar de uma aluna da escola secundária, acrescentou o autarca, que clarificou que os casos positivos foram detetados em alunos do 7º ano da Escola Secundária do Entroncamento (quatro alunos de uma turma e dois de outra), da Escola Básica da Zona Verde (um aluno do 2.º ano) e ainda um caso de infeção num aluno do 5.º ano da Escola Básica 2/3 Dr. Ruy D’ Andrade. O presidente do Município de Entroncamento elucidou que as turmas onde foram detetados casos positivos de Covid-19 estão “todas em isolamento” desde a semana passada.

PUB

Maria dos Anjos Esperança, Delegada de Saúde Pública do ACES Médio Tejo, comentou os números mais recentes, com vários dias acima dos 2 mil novos casos, e disse que esta semana podemos ultrapassar os 3 mil casos e que tudo depende do nosso comportamento. A responsável defendeu a importância da utilização da aplicação StayawayCovid para “quem pode” assim como a utilização de máscara na via pública “quando há um aglomerado” de pessoas. “Está tudo na consciência das pessoas e nos nossos comportamentos. É da nossa responsabilidade achatá-la [a curva]”, afirmou.

Nos 11 concelhos do ACES Médio Tejo, com um total de 875 casos confirmados (+12), Ourém regista 215 casos positivos (+5), Tomar tem 185 (+2), Entroncamento 172 (+1), Torres Novas 104, Abrantes 88 (+4), Mação 44, Alcanena 30, Vila Nova da Barquinha tem 16, Ferreira do Zêzere 9 e Constância 8. Sardoal tem 4 casos confirmados.

 

No ACES Médio Tejo, o Entroncamento tem hoje 53 pessoas em vigilância ativa, seguido de Ourém (49), Torres Novas (43), Tomar (29), Abrantes (19), Alcanena (7), Constância (5), Ferreira do Zêzere, Mação e Vila Nova da Barquinha (4) e Sardoal (2).

Este ACES regista hoje um total acumulado de 875 pessoas infetadas (+12), 545 recuperadas (+30), 219 pessoas em vigilância ativa (-11) e 22 óbitos (-).

 

No ACES do Pinhal Interior Sul, Vila de Rei mantém um caso de infeção desde o início da pandemia. A Sertã tem um total acumulado de 36 casos confirmados, dos quais 19 pessoas estão recuperadas da doença e 17 casos mantêm-se ativos.

 

Com cerca de 250 mil habitantes, os 13 municípios do Médio Tejo somam hoje um total de 912 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus (875 no ACES Médio Tejo e 37 no ACES Pinhal Interior Sul), 564 pessoas recuperadas (545 no ACES Médio Tejo, 18 em Sertã e 1 em Vila de Rei) e 22 óbitos.

 

Em todo os 13 municípios do Médio Tejo, há 746 casos de infeção registados no período pós-confinamento, mais 597 do que os reportados na fase inicial de contenção da doença.

 

No Alto Alentejo, Gavião registou em agosto os únicos nove casos de covid-19. Ponte de Sor apresenta um total acumulado de 25 casos positivos. Pelo menos cinco dos casos são relativos a pessoas que não residem no concelho e que não atualizaram a sua residência fiscal, pelo que o município refere apenas a ocorrência de 20 casos.

A Lezíria do Tejo, por sua vez, apresenta um total acumulado de 1282 doentes (+18), dos quais 491 casos no concelho de Santarém, segundo dados da Rede Regional. A Chamusca tem um total de 37 casos confirmados, entre os quais um óbito, e a Golegã regista 37 infeções. A região da Lezíria acumula 39 óbitos, 24 deles em Santarém.

O distrito de Santarém soma um total acumulado de 2137 casos (1282 na Lezíria do Tejo e 875 no ACES Médio Tejo), e um total de 61 óbitos (39 na Lezíria e 22 no ACES Médio Tejo).  A Lezíria do Tejo apresenta um total de 986 doentes recuperados (+26) e o ACES Médio Tejo tem 545, o que dá um total de 1531 pessoas recuperadas do vírus.

Portugal ultrapassou hoje 100 mil casos desde o início da pandemia

Portugal contabiliza mais 17 mortos e 1.949 casos de infeção com o novo coronavirus, ultrapassando hoje os 100 mil casos desde o início da pandemia de covid-19, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim, hoje divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 101.860 casos confirmados e 2.198 óbitos.

As autoridades de saúde têm 55.425 pessoas em vigilância, mais 574 do que no domingo. A DGS revela ainda que estão ativos 39.696 casos, mais 966 do que no domingo.

Segundo o relatório das 17 mortes registadas, 12 ocorreram na região Norte e três em Lisboa e Vale do Tejo, e duas no Centro. Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim revela que nas últimas 24 horas há mais 88 pessoas internadas totalizando 1.174, das quais 165 em cuidados intensivos (mais 10 em relação a domingo).

Nas últimas 24 horas 966 doentes recuperaram, totalizando 59.966 desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 749 novos casos de infeção, contabilizando a região 48.161 casos e 884 mortes. A região Norte regista hoje mais 987 novos casos de covid-19, totalizando 40.436 casos e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 133 casos, contabilizando 8.347 infeções e 279 mortos. No Alentejo foram registados mais 35 novos casos de covid-19, totalizando 2.026, com um total de 27 mortos desde o início da pandemia.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 32 novos casos de infeção, somando 2.231 casos e 22 mortos. Na Região Autónoma dos Açores foram registados sete novos casos nas últimas 24 horas, somando 325 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia. A Madeira registou seis novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 334 infeções, sem óbitos até hoje.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O boletim de hoje divulga o número de casos por concelhos, sendo Lisboa o que continua a apresentar mais infeções (8.241), seguido de Sintra (6.763), Loures (3.891) e Amadora (3.470).

O concelho de Vila Nova de Gaia regista 2.888 infeções por SARS-CoV-2, Porto 2.884, Odivelas 2.676, Cascais 2.695, Oeiras 2.131, Vila Franca de Xira 2.007, Matosinhos 1.929, Braga 1.819, Guimarães 1.772, Almada 1.660, Seixal 1.603, Gondomar 1.523, Maia 1.418, Paço de Ferreira 1.303, Valongo 1.160 e Vila Nova de Famalicão 1021 precisa o relatório da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.

Os restantes concelhos que constam da lista do relatório registam valores abaixo dos mil casos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

c/LUSA

PUB
PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).