Domingo, Fevereiro 28, 2021
- Publicidade -

Covid-19 | Há 7 instituições sociais em Ourém com surtos e mais de 300 infetados

*notícia atualizada às 08h20 de 19 de janeiro de 2021

- Publicidade -

Num ponto de situação sobre a pandemia depois da reunião camarária privada desta segunda-feira, 18 de janeiro, o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, adiantou por videoconferência à comunicação social que há sete instituições sociais no concelho com surtos de Covid-19. Sem saber dar um número exato, o autarca referiu que serão mais de 300 os infetados, tendo havido já mortes a registar.

Tratam-se sobretudo de lares de idosos, centros de dia e uma casa de apoio à deficiência em Fátima, Freixianda, Ourém e Ribeira do Fárrio, num total de sete instituições: Centro Social de Ribeira do Fárrio, Centro Social de Freixianda, Centro de Reabilitação e Integração de Ourém (CRIO), Bela Vista Residência Sénior, Residência Sénior Domus Mater Dei, Fátima Sénior e o espaço São João Batista em Vilar dos Prazeres. “Estão identificadas e a ser acompanhadas” pelas diversas entidades, frisou Luís Albuquerque.

- Publicidade -

O presidente admitiu que a situação que se vive a nível pandémico “é complicada”, com o vírus a circular na comunidade sem que se consiga controlar. A Câmara de Ourém tem procurado cumprir todas as suas responsabilidades, salientou, adiantando que foram já vacinados, com a primeira toma, as cerca de 3 mil pessoas que estavam no escalão prioritário.

“Estamos a acompanhar de perto”, garantiu, esperando que a vacinação venha trazer alguma estabilização nos contágios.

Não sabendo números objetivos, Luís Albuquerque referiu que serão mais de 300 os casos positivos nestas instituições. Também já houve mortes na última semana, mas não soube indicar quantas.

Ourém regista um total de 2023 casos desde o início da pandemia e um total de 26 óbitos e 1135 pessoas recuperadas da doença, tendo registado 68 novas infeções nas últimas 24 horas.

Portugal contabilizou hoje 167 mortes, um novo máximo de óbitos em 24 horas relacionados com a covid-19, e 6.702 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

4 COMENTÁRIOS

  1. Ourém é um caso flagrante de bandalheira nos cafés, nos funcionários da câmara dentro de viaturas sem máscaras, de miúdos das escolas aos montes na rua sem o menor cuidado, já para não falar nos emigrantes que vieram à balda no Natal e que eu vi não usavam máscaras a maioria dos casos. Controlo e fiscalização preventiva nada…a polícia por aqui é a melhor profissão do Mundo estorvam-se uns aos outros e não fazem a ponta de um corno exceto passar umas multas aos incautos que se esqueçam de renovar os tickets dos parquímetros. A câmara municipal a única coisa que faz é propaganda, propaganda, propaganda e mais propaganda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).