Sábado, Fevereiro 27, 2021
- Publicidade -

Covid-19 | Governo anuncia encerramento das escolas e ‘lockdown’ generalizado da população

O governo prepara-se para decretar um confinamento generalizado da população, encerrando todas as escolas já a partir de amanhã, sexta-feira. A única dúvida que subsiste, e que será esclarecida na reunião de Conselho de Ministros que se realiza esta manhã, é se creches, jardins de infância e 1º ciclo poderão ter alguma excepção mas, face aos dados disponíveis, a pressão é muita para determinar um lockdown generalizado da população.

- Publicidade -

A variante do SARS-Cov-2 com origem em Inglaterra representava 8% dos casos positivos em Portugal na semana passada, esta semana o Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge detetou já a sua presença em 20% das amostras e as previsões apontam para que sejam 60% dos casos na próxima semana. Esta variante é 70% mais contagiosa.

A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu ontem em entrevista à RTP que a situação evoluiu esta semana de forma preocupante, ultrapassando largamente as piores expectativas que os estudos epidemiológicos previam, tanto ao nível do número de casos positivos como de internamentos em cuidados intensivos e óbitos registados. Os especialistas que ontem se reuniram com a ministra apontam para que, a este ritmo, o país possa alcançar as 20 mil mortes por covid-19 no início de março – o dobro do valor acumulado neste momento, desde o início da pandemia.

- Publicidade -

Estes foram os dados analisados ontem à noite numa reunião de emergência da ministra da Saúde, da Educação, da Ciência e da Presidência com o primeiro-ministro, que chegava de Bruxelas (Portugal assume agora a presidência da União Europeia).

 

Sou diretora do jornal mediotejo.net e da revista Ponto, e diretora editorial da Médio Tejo Edições / Origami Livros. Sou jornalista profissional desde 1995 e tenho a felicidade de ter corrido mundo a fazer o que mais gosto, testemunhando momentos cruciais da história mundial. Fui grande-repórter da revista Visão e algumas da reportagens que escrevi foram premiadas a nível nacional e internacional. Mas a maior recompensa desta profissão será sempre a promessa contida em cada texto: a possibilidade de questionar, inquietar, surpreender, emocionar e, quem sabe, fazer a diferença. Cresci no Tramagal, terra onde aprendi as primeiras letras e os valores da fraternidade e da liberdade. Mantenho-me apaixonada pelo processo de descoberta, investigação e escrita de uma boa história. Gosto de plantar árvores e flores, sou mãe a dobrar e escrevi quatro livros.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).