- Publicidade -

Covid-19 | Gavião lança medidas de apoio à economia local e às empresas

Várias medidas de apoio ao emprego e à economia local do concelho de Gavião foram aprovadas, por unanimidade, pelo executivo municipal. Trata-se de um conjunto de medidas de caráter excecional, com vista a salvaguardar a saúde publica e a dar resposta aos impactos sociais e económicos provocados pela pandemia de covid-19.

- Publicidade -

Medidas aprovadas em Gavião

Implantação de procedimentos internos contabilísticos, por forma a reduzir o prazo médio de pagamento a todos os fornecedores do concelho;
Isenção durante o ano 2021 do pagamento de taxas referentes a esplanadas, toldos e publicidade aos detentores de estabelecimentos comerciais do concelho;
Isenção até 30-06-2021, do pagamento de rendas dos espaços municipais arrendados ou concessionados;
Isenção até 30-06-2021, do pagamento de rendas de lojas e bancas dos mercados municipais;
Assegurar que as informações sobre apoios municipais, governamentais ou europeus sejam divulgadas atempadamente no site GAEG;
Reunir brevemente com todos os empresários que têm espaços encerrados, para realizar uma avaliação profunda da situação que estão a atravessar neste momento;
Através do GAEG apoiar, orientar, informar, acompanhar todo o tecido económico do Concelho, nesta fase pandémica;
Aprovar com a maior brevidade, regulamento municipal “Comércio a pensar em si “onde se pretende criar comparticipações não reembolsáveis, à instalação de novas atividades comerciais, requalificar e modernizar os espaços existentes, e reforçar a capacitação de reação a uma crise, procurando, dentro do possível, mitigar os seus prejuízos;
Campanhas de marketing de forma a promover e estimular a atividade económica cujos os setores de atividade foram mais afetados (hotelaria / restauração / comércio tradicional e local, entre outros).

- Publicidade -

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).