No Infantário Arco-Íris, uma valência da Santa Casa da Misericórdia de Abrantes, apenas 8 dos 35 inscritos regressam. Neste momento “procedemos a desinfeções, no exterior e no interior do Infantário. Temos um Plano de Contingência que vamos seguir” e as orientações da DGS, explica ao mediotejo.net o provedor da Santa Casa, Alberto Margarido.

“Os pais não podem entrar nas instalações, as funcionárias vão usar máscara e no interior haverá embalagens de desinfetante álcool gel”, refere.

Quanto ao distanciamento de dois metros entre colchões, o responsável garante que será cumprido, até pelo número mínimo de crianças que voltará segunda-feira a frequentar o Infantário. “Já tivemos 10 inscrições, agora são 8… alguns pais optam por ficar com as crianças em casa, até porque alguns tinham um filho na creche e outro no pré-escolar e ficam em casa até 1 de junho. Estou convencido que nessa data regressam mais crianças”.

Segundo Alberto Margarido, “as salas são bastante grandes e há salas vazias para quarentena, que funcionarão como áreas de isolamento”. Quanto aos funcionários, até agora em lay-off simplificado, no Infantário trabalhará “uma cozinheira para confecionar as refeições para essas 8 crianças e duas educadoras”. Os restantes funcionários continuam em lay-off até dia 1 de junho. “Temos de nos adaptar. Este é um ano atípico, mais difícil”, nota.

Relativamente aos testes de diagnóstico, “todos os funcionários que voltam ao trabalho fizeram o despiste no início desta semana, e os testes resultaram todos negativos. E já tinham feito testes antes”, com os mesmos resultados, indica.

Muita da aprendizagem na creche faz-se através da exploração – e isso inclui contacto com muitos materiais Créditos: Unsplash