Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | Constância avança com testes em massa esta quarta-feira em Santa Margarida (c/áudio)

Agravamento da situação pandémica faz avançar testagem a toda a população a partir dos 10 anos. Haverá um circuito de testes em drive-in, sem que as pessoas tenham de sair do carro, e uma alternativa para fazer a pé.

Santa Margarida detém 26 dos 31 casos ativos de covid-19 no concelho de Constância e vai ser a primeira das três freguesias incluídas na campanha de testagem a toda a população, ontem anunciada pela autarquia. Em declarações ao mediotejo.net, o presidente do município admite que é quase “inevitável” que na próxima avaliação do Governo, a 29 de julho, o concelho irá passar para o patamar de risco “muito elevado” e pede que não se realizem convívios particulares, de modo a evitar que a situação “se agrave ainda mais do que já está”.

- Publicidade -

Com uma população a rondar os 4000 habitantes, no conjunto das três freguesias – Constância, Montalvo e Santa Margarida – o anúncio da testagem a toda a população do concelho de Constância acontece após o surgimento de seis novos casos de infeção por covid-19 num só dia, um valor que fez disparar a taxa de incidência da pandemia no concelho, colocando-o na segunda-feira no patamar dos 695 casos por cada 100 mil habitantes, muito acima do limite de 480 definido para o “risco elevado” em que o município já está há seis semanas.

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Constância, admite que são poucas as dúvidas de que na próxima avaliação do Governo, prevista para 29 de julho, o concelho passe para o patamar de risco acima. “Com os dados que tivemos nos últimos três dias, será inevitável quinta-feira [29 de julho] o concelho subir de ‘elevado’ para ‘muito elevado’. Pelas contas que já estive a fazer, será quase inevitável isso acontecer”, admite, em declarações ao mediotejo.net.

- Publicidade -

O aumento exponencial de casos de Covid-19 aconteceu, em larga maioria, na freguesia de Santa Margarida da Coutada, que detém atualmente 26 dos 31 casos ativos no concelho. Imagem: JF SMC

O que se passa na freguesia de Santa Margarida da Coutada deve-se sobretudo a duas situações, segundo o autarca: por um lado, a realização de “um ou dois convívios particulares que foram feitos entre amigos”; por outro, um casamento em Porto de Mós de pessoas naturais de Santa Margarida, no qual marcaram presença “muitos convidados” desta freguesia, com “um peso muito significativo nos casos positivos que existem atualmente”.

Defendendo que este não é o momento de “andar a atirar pedras uns aos outros, porque ninguém está livre de passar por uma situação destas”, Sérgio Oliveira reitera a necessidade de não cair em desleixos. “Eu percebo que nesta altura todos nós estamos a atingir algum ponto de saturação. (…) É só mais um esforço que se pede a todos e a todas nesta fase difícil”, afirma.

ÁUDIO | Presidente do Município de Constância, Sérgio Oliveira, faz ponto de situação sobre covid-19 no concelho

Perante o agravamento da situação, o município anunciou a testagem em massa à comunidade, no sentido de “tentar estancar e detetar mais algum caso positivo que exista e que a pessoa não tenha sintomas, para ver se conseguimos que a situação não se agrave ainda mais do que já está”.

Uma ação que vai começar precisamente na freguesia de Santa Margarida e que decorrerá durante três dias: na quarta-feira (21 de julho), na Associação Cultural e Recreativa Aldeiense (antiga Casa do Povo); na quinta-feira (22 de julho), na Sociedade Recreativa Portelense; e na sexta-feira (23 de julho), na União Jazz Malpiquense.

A testagem vai acontecer entre as 10h00 e as 16h00 e existem duas opções: a pessoa desloca-se na sua viatura e é testada dentro do veículo (modo preferencial), ou pode deslocar-se a pé, sendo que neste caso é aconselhado o pré-agendamento – que pode ser feito através dos contactos 249 739 367 ou 964 112 560. Todas as pessoas devem fazer-se acompanhar do cartão de cidadão ou bilhete de identidade e cartão de utente.

Imagem: CMC

Ao mediotejo.net, o presidente do município de Constância explana que, para já, não há obrigatoriedade de as pessoas serem testadas. Quanto à faixa etária, o articulado com a delegada de saúde foi testar a partir dos 10 anos, sendo que “todos os pais que tenham filhos abaixo dessa idade e que os queiram testar, as equipas estão preparadas para isso”.

Posteriormente, a intenção da autarquia é avançar para a testagem em Constância e Montalvo, não havendo ainda datas nem previsões de quando o processo irá ter início nestas freguesias. “É uma operação que não é fácil de montar e não há modelos perfeitos. Numa situação destas o importante é pormos as coisas na rua e começarmos a testar o mais rapidamente possível as pessoas dentro das condições de segurança”, admite Sérgio Oliveira.

Longe de imaginar “passar pelo que passámos na escola e muito menos que íamos passar por esta situação agora”, o edil admite que não é tempo de desanimar nem perder a esperança mas sim de procurar soluções, reforçando o apelo para que sejam cumpridas as regras de distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos por parte de todos. “O facto de estarem vacinados não deve ser motivo para deixarem de ter estes cuidados; o facto de estarem vacinados não impede que apanhem o vírus ou que o transmitam”, reforça.

Sérgio Oliveira apelou ainda para que se evitem fazer “convívios particulares na casa do amigo A, do vizinho B, do familiar C, para que efetivamente consigamos ultrapassar esta situação”.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome