Covid-19 | Celebrações religiosas retomadas com várias condicionantes devido à pandemia

Interior da Igreja de S. Vicente, em Abrantes. As celebrações religiosas são retomadas hoje com várias condicionantes devido à pandemia. Foto: DR

As cerimónias religiosas comunitárias regressam hoje após uma pausa de mais de dois meses provocada pela covid-19, com regras excecionais, tendo a Direção-Geral da Saúde (DGS) alertado para o “risco aumentado” de propagação do novo coronavírus.

PUB

No documento em que define as medidas de prevenção e controlo a adotar em locais de culto pelas instituições religiosas e pelos cidadãos, a DGS reforçou que “nos locais de culto e religiosos existe risco de transmissão direta e indireta de SARS-CoV-2 [o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19]”, que exigem cuidados máximos.

Do lado das confissões religiosas, a retoma das celebrações presenciais está a ser encarada com um misto de alegria e cautela, segundo os responsáveis de várias entidades contactadas pela Lusa, nomeadamente, os porta-vozes da Igreja Católica, da Comunidade Islâmica de Lisboa, da Comunidade Israelita e da Aliança Evangélica Portuguesa.

PUB

Em comum, a vontade de voltar a partilhar os espaços de culto com os fiéis, e a noção de responsabilidade em cumprir as novas normas acordadas com a DGS de forma a maximizar a segurança dos participantes nos rituais religiosos.

Além das regras gerais, como o distanciamento de dois metros entre os participantes e o uso de materiais de proteção, comuns a todas as celebrações religiosas, cada confissão tem ainda de adaptar os seus rituais específicos às novas regras.

Lá fora, também há novidades em termos das cerimónias religiosas, como por exemplo o retorno no domingo, ao meio-dia, da tradicional oração do Angelus, proferida pelo Papa Francisco a partir da janela do Palácio Apostólico de Roma, perante os fiéis, autorizados a reunir-se novamente na Praça de São Pedro.

Antes, no sábado, Francisco orará nos jardins do Vaticano por todos os afetados pela pandemia, numa iniciativa a que o Santuário de Fátima se vai associar.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here