- Publicidade -

Covid-19 | Câmara de Tomar encerra 1º ciclo da Escola Raul Lopes

O município de Tomar optou pelo encerramento do 1º Ciclo na Escola Raul Lopes (Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria) a partir da próxima semana. Esta é a maior escola desta tipologia no concelho, com 198 alunos de 1º ciclo. Tal decisão deve-se ao aumento dos casos positivos de covid-19 que têm surgido nos últimos  dias entre funcionários municipais e da Associação de Pais, sendo incomportável a manutenção regular do funcionamento da escola.

- Publicidade -

Em comunicado, o município tomarense refere que “face à contingência provocada pela pandemia, várias têm sido as necessidades que, no caso particular da área da educação, têm obrigado nos últimos tempos a um esforço permanente e conjunto do Município, dos Agrupamentos Escolares e da Delegação de Saúde”.

“O Município não tem competência para decretar genericamente o encerramento de uma escola, mas compete-lhe assegurar a generalidade de recursos humanos e materiais”, refere a mesma nota, onde se acrescenta que a decisão quanto à EB1/JI Raul Lopes se prende com o aparecimento de casos positivos de covid-19 entre funcionários municipais e da Associação de Pais.

- Publicidade -

“Tem-se feito um esforço de recurso, quer a funcionários alocados a outras escolas, quer a outros serviços municipais, para garantir o mais possível o normal funcionamento daquele estabelecimento de ensino. A partir de segunda-feira, e com mais casos entretanto surgidos, essa possibilidade não está garantida em relação ao 1º ciclo, deixando de ser possível assegurar a qualidade e a segurança mínima para a presença dos alunos na escola, pelo que o Município assume a responsabilidade de a encerrar ao longo da próxima semana”, pode ler-se.

O Município recorda que, pelo calendário escolar em vigor no concelho (semestres), na semana de 25 a 29 de janeiro haverá intervalo letivo, ou seja, “já estava previsto que os alunos não teriam aulas nessa semana”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).