Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | Aumento de casos em Sardoal determina fecho de creche municipal (C/ÁUDIO)

O aumento do número de casos ativos de covid-19 no concelho de Sardoal levou as autoridades de saúde a determinarem o encerramento da creche municipal já esta segunda-feira. Com um total de seis casos ativos e 7 pessoas em vigilância, segundo os dados de domingo do ACES Médio Tejo, a medida é preventiva e visa testar todos os intervenientes e fechar eventuais linhas de contágio.

- Publicidade -

Em declarações ao mediotejo.net, o presidente da Câmara de Sardoal, Miguel Borges, confirmou que todas as salas da creche municipal fecham esta segunda-feira devido a um caso positivo detetado numa criança e ao aumento dos casos ativos no concelho.

Em causa estão três salas que acolhem 36 crianças na valência de creche e berçário, a par de duas educadoras e 14 auxiliares.

- Publicidade -

ÁUDIO: MIGUEL BORGES, PRESIDENTE CM SARDOAL:

Em comunicado, a proteção civil municipal, dá conta que, “considerando o numero de casos positivos para covid-19 para o nosso concelho, assim como o aumento do numero de vigilâncias ativas e a implicação que estes casos têm ou possam vir a ter em alguns setores da comunidade, foi decretado pela saúde pela saúde pública o encerramento de todas as salas da creche municipal até indicação da sua reabertura pela mesma entidade”.

A Câmara de Sardoal refere que está a “acompanhar o desenvolvimento dos recentes casos no âmbito da subcomissão permanente de Proteção Civil” e apela à “serenidade de todos, considerando o contexto, e ao rigoroso cumprimento das normas emanadas pela Direção Geral de Saúde – uso de máscara, distanciamento social, desinfeção das mãos e etiqueta respiratória”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome