Covid-19 | “Atualização de dados” imputa mais 63 casos ao Entroncamento (c/áudio)

O município do Entroncamento registou mais 63 casos de infeção pelo novo coronavírus na terça-feira, números que a Delegada de Saúde Pública do Médio Tejo, Maria dos Anjos Esperança, hoje confirmou e que imputou a uma “atualização de dados” e que não correspondem na sua totalidade a um único dia.

PUB

Com estes números, o Entroncamento soma um total de 241 infeções e passa a ser o concelho com o maior número de casos positivos acumulados desde o início da pandemia na região do Médio Tejo.

O presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, disse hoje ao mediotejo.net ter outro entendimento dos números ontem apresentados. “Face à informação disponível, continuo a entender que se tratou de um erro que necessitará de ser esclarecido com urgência mediante uma avaliação total”, afirmou.

PUB

AUDIO | Maria dos Anjos Esperança, Delegada de Saúde Pública do ACES Médio Tejo

O Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo registou na terça-feira um número recorde de 77 novos casos de infeção com o novo coronavírus. Os casos dados a conhecer referem 63 novos casos só no Entroncamento, a par de mais de 7 casos em Ourém, 2 em Tomar e Alcanena, e 1 em Abrantes, Constância e Torres Novas.

A gerar mais preocupação, além dos números reportados ao Entroncamento, está a situação de um surto num lar em Pego, Abrantes, com mais de três dezenas de casos positivos entre utentes e funcionários e que as autoridades estão a acompanhar.

A situação dos 63 casos no Entroncamento, por sua vez, não é respeitante na sua totalidade às últimas 24 horas, disse ao mediotejo.net o presidente da Câmara do Entroncamento, Jorge Faria. Os casos que foram reportados pelos laboratórios referem apenas 4 casos novos no dia de terça-feira, revelou ao nosso jornal.

Com estes números, o ACES Médio Tejo chegou na terça-feira aos 1076 casos acumulados, somando assim o distrito de Santarém um total de 153 novos casos num único dia. No ACES Pinhal Interior Sul (PIS) a Sertã apresentava oito casos ativos e Vila de Rei tinha ao dia de terça-feira quatro casos ativos, três dos quais numa Unidade de Cuidados Continuados.

Nos 11 concelhos do ACES Médio Tejo, com um total de 1076 casos confirmados (+77), o Entroncamento (+63) passa a ser o concelho com o maior número de casos positivos acumulados desde o início da pandemia (241), seguido por Ourém (+7), com 236 casos, Tomar, com 205, (+2), Torres Novas com 141 (+11), Abrantes com 102 (+1), Alcanena com 53 (+2), Mação com 46, Constância com 18 (+1), Vila Nova da Barquinha com 17, Ferreira do Zêzere com 12 casos e Sardoal apresenta um total de 5 casos.

No ACES Médio Tejo, Ourém tem 79 pessoas em vigilância ativa, seguido de Torres Novas (70), Alcanena (59), Entroncamento (53), Tomar (35), Abrantes (31), Constância (10), Vila Nova da Barquinha e Ferreira do Zzêzere (6), Sardoal (4), e Mação (3).

Este ACES regista um total acumulado de 1076 pessoas infetadas (+77), 649 recuperadas (-), 356 pessoas em vigilância ativa (+27) e 23 óbitos (-).

PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).