Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | As decisões do governo: primeira semana de janeiro em casa, mais máscaras, mais testes e mais vacinas

O governo decidiu em Conselho de Ministros que os primeiros dias de janeiro serão para ficar em casa, na medida do possível, para responder a um expectável aumento de casos após o Natal e o Ano Novo. A semana de 2 a 9 de janeiro será para fazer “contenção de contactos”, e por isso crianças e jovens ficam sem aulas, o teletrabalho volta a ser obrigatório sempre que as funções a desempenhar o permitam, e os bares e discotecas ficam encerrados. 

- Publicidade -

- Publicidade -

As aulas só vão recomeçar a 10 de janeiro, exceto para as universidades, creches e ATL, com esses dias a serem compensados nas férias de Carnaval (menos dois dias) e na Páscoa (menos três dias). 

O Ministério da Segurança Social está ainda a avaliar a possibilidade de dar apoio financeiro aos pais com filhos menores de 12 anos que tenham de ficar em casa na primeira semana de janeiro devido ao adiamento do recomeço das aulas. Já os bares e discotecas serão compensados pelo encerramento, garantiu António Costa​.

- Publicidade -

O primeiro-ministro explicou que estas novas medidas são necessárias porque, apesar da vacinação e da situação melhor do que a generalidade da Europa, o país “não está tão bem” quanto queria estar.

Em resumo

  • Portugal entra em “situação de calamidade” a partir de 01 de dezembro.

  • Máscaras voltam a ser obrigatórias em todos os espaços fechados.

  • O certificado digital covid-19 volta a ser obrigatório no acesso a restaurantes, estabelecimentos turísticos e alojamento local a partir de 01 de dezembro.
  • A entrada nos espaços de diversão noturna, lares, estabelecimentos de saúde e grandes eventos culturais ou desportivos vai estar sujeita à apresentação de teste negativo à covid-19, mesmo para vacinados.
  • Os testes à covid-19 passam a ser obrigatórios para qualquer entrada em território nacional, seja qual for o ponto de origem e a nacionalidade do passageiro. As companhias aéreas que transportem passageiros sem teste negativo à covid-19 incorrem em multas de 20 mil euros por pessoa.
  • As aulas vão recomeçar a 10 de janeiro depois das férias do Natal.
  • O teletrabalho volta a ser recomendado e será obrigatório entre 02 e 09 de janeiro, semana de contenção de contactos após as festividades do Natal e do Ano Novo. O teletrabalho tinha deixado de ser recomendado em 01 de outubro.

  • A vacinação das crianças entre os 5 e os 11 anos poderá avançar a partir de 20 de dezembro, disse também hoje o primeiro-ministro, caso a inoculação venha a ter o aval da comissão técnica de vacinação na próxima semana. 

    *Com Lusa.

Sou diretora do jornal mediotejo.net e da revista Ponto, e diretora editorial da Médio Tejo Edições / Origami Livros. Sou jornalista profissional desde 1995 e tenho a felicidade de ter corrido mundo a fazer o que mais gosto, testemunhando momentos cruciais da história mundial. Fui grande-repórter da revista Visão e algumas da reportagens que escrevi foram premiadas a nível nacional e internacional. Mas a maior recompensa desta profissão será sempre a promessa contida em cada texto: a possibilidade de questionar, inquietar, surpreender, emocionar e, quem sabe, fazer a diferença. Cresci no Tramagal, terra onde aprendi as primeiras letras e os valores da fraternidade e da liberdade. Mantenho-me apaixonada pelo processo de descoberta, investigação e escrita de uma boa história. Gosto de plantar árvores e flores, sou mãe a dobrar e escrevi quatro livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns, cara jornalista! Como visitarei Portugal em breve, gostaria de esclarecer: teste negativo permitirá entrar em estabelecimento turístico, restaurante e alojamento local?

    Agradeço, antecipadamente, pela resposta!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome