Covid-19 | AHRESP pede isenção de taxas de esplanadas até ao final de 2021

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) apelou aos municípios portugueses para isentem os comerciantes das taxas cobradas às esplanadas de cafés e restaurantes até ao final de 2021.

PUB

“A AHRESP defende que todos os municípios do país deveriam seguir o exemplo da Câmara de Lisboa, que decidiu prolongar a isenção de taxas, até ao final de 2021, a esplanadas de cafés e restaurantes, para incentivar os espaços ao ar livre, face à situação que se vive com a pandemia de covid-19”, pode ler-se num comunicado da associação.

Apela-se a todos os municípios para que agilizem o licenciamento, “tendo em conta a adequação das esplanadas a um funcionamento permanente”, e para que concedam “apoios a esses investimentos”.

PUB

Na terça-feira, durante o “debate anual sobre o estado da cidade” na Assembleia Municipal, o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, anunciou querer prolongar a isenção de taxas para esplanadas até ao final de 2021 e criar uma ‘bolsa’ de 100 mil euros para apoiar a adaptação dos espaços existentes ao funcionamento durante todo o ano.

Também na terça-feira, o presidente da Câmara de Leiria, Gonçalo Lopes, assinou um despacho que elenca um conjunto de 34 medidas de apoio, entre as quais está o prolongamento do prazo da autorização especial para ocupação do espaço público com esplanadas, assim como a isenção de taxas, ambas até outubro de 2021.

O município de Coimbra deliberou, em 12 de outubro, prorrogar a isenção das taxas de ocupação do espaço público (para esplanadas) em todos os estabelecimentos comerciais do concelho até 31 de março de 2021.

Já a Câmara de Santo Tirso prolongou até 31 de dezembro as medidas de apoio económico no âmbito do combate à pandemia da covid-19, adiantando que “o comércio e as empresas locais vão continuar a usufruir da suspensão dos pagamentos de licenças de esplanadas, no caso dos estabelecimentos ligados à restauração, bem como de licenças de exploração de publicidade”.

“As esplanadas criadas aquando da reabertura de cafés, pastelarias e restaurantes após o período de confinamento podem, também manter-se”, foi anunciado pela autarquia.

Também pelo menos a Câmara de Évora e o município de Soure vão continuar a isentar a ocupação do espaço público com esplanadas no concelho até ao final deste ano.

PUB
Agência Lusa
Agência de Notícias de Portugal
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).