Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | ACES Médio Tejo vai vacinar em dois dias 220 bombeiros da região (c/áudio)

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo vai vacinar esta sexta-feira e sábado, dias 12 e 13, os primeiros 220 elementos das corporações de bombeiros da região que ainda não receberam a vacina (ficando excluídos, nesta fase, os que estão infetados com o novo coronavírus).

- Publicidade -

- Publicidade -

A vacinação vai decorrer esta sexta-feira no centro de saúde de Alcanena para os bombeiros de Minde e de Alcanena. Em Torres Novas, a vacinação vai decorrer no Convento do Carmo para os bombeiros de Constância, Entroncamento, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha. Já o Centro de Exposições de Ourém é o espaço onde os bombeiros de Caxarias, Fátima e Ourém serão vacinados, sendo que, também esta sexta-feira, no centro de saúde de Sardoal, serão vacinados os bombeiros de Abrantes, Mação e Sardoal. No sábado, os bombeiros de Ferreira do Zêzere e de Tomar serão vacinados no centro de saúde de Ferreira do Zêzere.

Os elementos das corporações de bombeiros vão receber a vacina da Astrazeneca, que implica uma segunda dose passadas 12 semanas (ao invés dos 21 dias da Pfizer, que está a ser aplicada nos lares e à população). Os bombeiros vacinados esta sexta-feira terão a segunda toma no próximo dia 7 de maio.

- Publicidade -

Na próxima semana serão vacinados mais bombeiros, sendo que o número de pessoas a vacinar dependerá da quantidade de vacinas rececionadas em cada semana. No total, no distrito de Santarém, vão ser vacinados 842 bombeiros.

O ministro da Administração Interna disse hoje que a vacinação aos bombeiros voluntários, sapadores e municipais contra a covid-19 vai permitir dar mais confiança na ajuda pré-hospitalar e no socorro às populações, durante o período de pandemia.

ÁUDIO: MINISTRO ADMINISTRAÇÃO INTERNA, EDUARDO CABRITA:

“Iniciamos hoje um processo que nesta primeira fase permitirá vacinar cerca de 15 mil bombeiros nas próximas semanas. Esse é um objetivo que, em articulação com as estruturas do país, nos ACES [Agrupamentos de Centros de Saúde], do Minho ao Algarve, nos permitirá dar mais confiança […] na ajuda pré-hospitalar […] e no apoio a todas aquelas que são as necessidades de socorro das populações”, disse Eduardo Cabrita.

Cerca de 15.000 bombeiros voluntários, sapadores e municipais deverão ser vacinados contra a covid-19, num processo que se vai prolongar durante as próximas duas semanas.

O Ministério da Administração Interna (MAI) sustenta que os bombeiros, dada a dimensão operacional do transporte pré-hospitalar que executam, desempenham “uma função essencial do Estado e por isso vão ser vacinados ao longo das próximas duas semanas”.

Segundo o MAI, a ordem de vacinação destes 15.000 bombeiros foi definida com base em critérios operacionais da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e abrange o universo de voluntários, sapadores e municipais.

C/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome