Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Maio 8, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | ACES Médio Tejo regista dois novos casos e escolas são situação mais preocupante (C/ÁUDIO)

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou dois (2) novos casos de infeção por covid-19 nas últimas 24 horas, um em Abrantes e um outro em Ourém, atingindo um total de 12.827 casos nos 11 municípios da sua área de influência desde o início da pandemia. Há ainda  registar mais 61 pessoas recuperadas da doença e 3 óbitos.

- Publicidade -

No ACES Médio Tejo, os 11 municípios estão em risco moderado, tendo a Delegada de Saúde dado conta que a maior preocupação é nas escolas, com turmas em isolamento em vários concelhos, sendo o surto que se regista em Abrantes o mais complicado, uma vez que levou ao encerramento da Escola Básica Maria Lucília Moita e que tem tido ramificações para outros estabelecimentos de ensino com turmas em isolamento na Escola António Torrado, Escola de Chaínça, Escola Manuel Fernandes e Escola Solano de Abreu.

ÁUDIO: MARIA ANJOS ESPERANÇA, SAÚDE PÚBLICA ACES MÉDIO TEJO:

- Publicidade -

Nos 11 municípios do ACES Médio Tejo há hoje um total acumulado de 12.827 infeções desde o início da pandemia (+2), sendo Ourém o que regista maior número de casos, com 3.011 infeções (+1), seguido de Tomar, com 2497 (-), Torres Novas, com 1988 (-), Abrantes, com 1553 (+1), Entroncamento, com 1104 (-), Alcanena, com 1021 (-), Ferreira do Zêzere, com 612 (-), Mação, com 433 (-), Vila Nova da Barquinha, com 266 (-), Sardoal, com 180 (-), e Constância, com 164 casos (-).

No ACES Médio Tejo estão hoje 264 pessoas em vigilância ativa (+70). Entroncamento tem 132 cidadãos nesta condição, seguido de Abrantes (73), Tomar (22), Ourém (12), Torres Novas (13), Alcanena (4), Constância (3), Mação (3), Ferreira do Zêzere (1), Sardoal (1), e Vila Nova da Barquinha (-).

O ACES Médio Tejo regista um total acumulado de 12.827 pessoas infetadas (+2), 12.395 recuperadas (+61), 264 pessoas em vigilância ativa (+70) e 378 óbitos (+3).

Sertã tem 679 casos (-) e Vila de Rei 149 (-) desde o início da pandemia

No ACES do Pinhal Interior Sul (PIS), o município da Sertã apresenta um total acumulado de 679 pessoas infetadas, das quais 670 recuperadas da doença. A Sertã não tem nenhum caso ativo e tem uma pessoa em vigilância. Há registo de nove óbitos.

Vila de Rei, por sua vez, regista um total de 149 casos de infeção desde o início da pandemia, 139 pessoas recuperadas da doença e um caso ativo. Há 9 óbitos a registar, segundo os dados do ACES PIS. Vila de Rei não tem pessoas em vigilância ativa.

Região do Médio Tejo com total de 13.655 casos e 396 óbitos nos 13 municípios

Com cerca de 250 mil habitantes, os 13 municípios do Médio Tejo somam 13.655 casos de infeção pelo novo coronavírus, das quais 12.827 no ACES Médio Tejo e 828 no ACES Pinhal Interior Sul (679 na Sertã e 149 em Vila de Rei). Há um total de 13.204 pessoas recuperadas (12.395 no ACES Médio Tejo, um total de 670 na Sertã e 139 em Vila de Rei (ACES PIS), a par de 396 óbitos (378 no ACES Médio Tejo e 18 no ACES PIS).

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes, e abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km’s quadrados.

Os municípios da Sertã e Vila de Rei fazem parte do Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo na divisão político-administrativa mas em termos de Saúde estão ligados ao ACES do Pinhal Interior Sul (PIS) que abrange ainda os concelhos de Proença-a-Nova e Oleiros, num total de cerca de 30 mil utentes.

Ponte de Sor com 817 casos e Gavião com 194 casos acumulados

No Alto Alentejo, Ponte de Sor apresenta um total acumulado de 817 casos positivos desde o início da pandemia, dos quais 782 estão recuperados (+1) e dois casos estão ativos (-1). Há 33 óbitos a lamentar no concelho devido à covid-19 (-).

Gavião, por sua vez, apresenta um total acumulado de 194 casos (-) de covid-19, dos quais 187 pessoas estão dadas como recuperadas da doença (-). Há sete óbitos (-) a lamentar e nenhum caso ativo no concelho.

Lezíria com 15.008 casos e 475 óbitos desde o início da pandemia

A Lezíria do Tejo apresentava ontem um total de 15.008 casos de infeção por SARS-CoV-2, dos quais 4.407 casos no concelho de Santarém.

A Chamusca tem um total de 475 casos confirmados e 18 óbitos, e a Golegã tem 267 infeções e 10 óbitos. A região da Lezíria acumula 475 óbitos, 151 dos quais em Santarém, e 14.376 pessoas recuperadas da doença.

Distrito de Santarém com total de 27.835 casos e 850 óbitos

O distrito de Santarém regista um total de 27.835 casos confirmados de doença (15.008 na Lezíria do Tejo e 12.827 no ACES Médio Tejo), e 853 óbitos (475 na Lezíria e 378 no ACES Médio Tejo) desde o início da pandemia. A Lezíria apresenta 14.376 recuperados e o ACES Médio Tejo 12.395, o que dá um total de 26.771 pessoas recuperadas da doença.

Internamentos voltam a descer em dia de mais 424 casos e cinco mortes

Portugal regista hoje mais 424 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, cinco mortes atribuídas à covid-19 e nova descida no número de internamentos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde segunda-feira, 25 pessoas tiveram alta do hospital mas 429 ainda estão internadas. Há mais um doente com covid-19 em cuidados intensivos, onde hoje estão, no total, 113 doentes.

As autoridades de saúde deram como recuperadas mais 902 pessoas, totalizando 790.118 desde março de 2020 e registam-se menos 483 casos ativos de infeção, que hoje atingem 24.576.

De acordo com o balanço mais recente da DGS, desde o início da pandemia da covid-19, Portugal teve 831.645 casos confirmados de infeção e morreram 16.951 pessoas com covid-19.

A DGS colocou em vigilância mais 1.043 contactos nas últimas 24 horas, mantendo agora 21.866 pessoas em monitorização.

De acordo com os mais recentes dados da DGS, Portugal tem atualmente 2.619.092 pessoas vacinadas contra a covid-19.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome