Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Setembro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | ACES Médio Tejo regista 51 novos casos de infeção em 24 horas

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou 51 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, em 10 dos 11 concelhos deste ACES. Há registo de 10 novos casos em Tomar e em Torres Novas, 8 no Entroncamento, 7 em Abrantes, 6 em Alcanena e em Ourém, e 1 novo caso em Constância, Ferreira do Zêzere, Sardoal, e Vila Nova da Barquinha. No ACES PIS, a Sertã registou 8 novos casos.

- Publicidade -

- Publicidade -

O Município de Constância, que regista hoje um caso positivo depois de dois dias consecutivos sem novas infeções, concluiu hoje a testagem à população na freguesia de Montalvo, com a realização de 185 testes. Ontem foram testadas 350 pessoas e todos os resultados deram negativo. Depois de concluída a campanha na freguesia de Santa Margarida da Coutada na semana passada e hoje em Montalvo, amanhã será a vez de Constância, entre as 09h30 e as 16h00, no Pavilhão Desportivo Municipal.

- Publicidade -

No ACES Médio Tejo há um total de 13.843 infeções desde o início da pandemia (+51). Ourém tem o maior número de casos, com 3.222 (+6), seguido de Tomar, com 2645 (+10), Torres Novas, com 2132 (+10), Abrantes, com 1716 (+7), Entroncamento, 1208 (+8), Alcanena, 1095 (+6), Ferreira Zêzere, com 629 (+1), Mação, com 450 (-), Vila Nova da Barquinha, com 291 (+1), Constância, com 248 (+1), e Sardoal, com 207 (+1).

O ACES Médio Tejo tem 538 pessoas em vigilância ativa (+56): Ourém apresenta 183 cidadãos nesta condição, seguido por Torres Novas (124), Abrantes (91), Tomar (47), Entroncamento (39), Alcanena (16), Sardoal (16), Mação (6), Constância (6), Ferreira do Zêzere (5), e Vila Nova da Barquinha (5).

O ACES Médio Tejo regista um total acumulado de 13.843 pessoas infetadas, 13.096 recuperadas, 538 pessoas em vigilância ativa, e 384 óbitos. 

Sertã tem 811 casos (+8) e Vila de Rei 154 (-) desde o início da pandemia

No ACES do Pinhal Interior Sul (PIS), o município da Sertã apresenta um total acumulado de 811 pessoas infetadas (+8), das quais 776 recuperadas da doença. A Sertã apresenta 26 casos ativos e 100 pessoas em vigilância. Há registo de nove óbitos.

Vila de Rei, por sua vez, regista um total de 154 casos de infeção desde o início da pandemia (-), 144 pessoas recuperadas da doença e um caso ativo. Há 9 óbitos a registar, segundo os dados do ACES PIS. Vila de Rei tem duas pessoas em vigilância ativa.

Região do Médio Tejo com total de 14.808 casos e 402 óbitos nos 13 municípios

Com cerca de 250 mil habitantes, os 13 municípios do Médio Tejo somam 14.808 casos de infeção pelo novo coronavírus, das quais 13.843 no ACES Médio Tejo e 965 no ACES Pinhal Interior Sul (811 na Sertã e 154 em Vila de Rei). Há um total de 14.016 pessoas recuperadas (13.096 no ACES Médio Tejo, um total de 776 na Sertã e 144 em Vila de Rei (ACES PIS), a par de 402 óbitos (384 no ACES Médio Tejo e 18 no ACES PIS).

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes, e abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km’s quadrados.

Os municípios da Sertã e Vila de Rei fazem parte do Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo na divisão político-administrativa mas em termos de Saúde estão ligados ao ACES do Pinhal Interior Sul (PIS) que abrange ainda os concelhos de Proença-a-Nova e Oleiros, num total de cerca de 30 mil utentes.

Ponte de Sor com 871 casos e Gavião com 202 casos acumulados

No Alto Alentejo, Ponte de Sor apresenta um total acumulado de 871 casos positivos desde o início da pandemia, dos quais 828 estão recuperados. Há 9 casos ativos naquele concelho e 34 óbitos a lamentar devido à covid-19.

Gavião, por sua vez, apresenta um total acumulado de 202 casos de covid-19, dos quais 195 pessoas estão dadas como recuperadas da doença. Há sete óbitos a lamentar e nenhum caso ativo no concelho, segundo a informação mais recente dada pela autarquia.

Lezíria com 16.656 casos (+48) e 486 óbitos desde o início da pandemia

A Lezíria do Tejo apresenta um total de 16.656 casos de infeção por SARS-CoV-2 (+48), dos quais 4.840 casos no concelho de Santarém.

A Chamusca tem um total de 546 casos confirmados e 18 óbitos, e a Golegã 311 infeções e 10 óbitos. A região da Lezíria acumula 486 óbitos, 152 dos quais em Santarém, e 15.855 pessoas recuperadas da doença (+44).

Distrito de Santarém com total de 30.499 casos e 870 óbitos

O distrito de Santarém regista um total de 30.499 casos confirmados de doença (16.656 na Lezíria do Tejo e 13.843 no ACES Médio Tejo), e 870 óbitos (486 na Lezíria e 384 no ACES Médio Tejo) desde o início da pandemia. A Lezíria apresenta 15.855 recuperados e o ACES Médio Tejo 13.096, o que dá um total de 28.951 pessoas recuperadas da doença.

Portugal regista 13 mortes e 3.452 casos nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje 13 mortes atribuídas à covid-19, 3.452 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, um aumento nos internamentos em enfermaria e estabilização nas unidades de cuidados intensivos, segundo os dados oficiais.

De acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), estão hoje internadas 934 pessoas com covid-19, mais seis em relação a terça-feira, 200 das quais em cuidados intensivos. Nas últimas 24 horas não se registaram entradas nestas unidades.

A área de Lisboa e Vale do Tejo com 1.341 casos e a região Norte com 1.194 têm 73,4% do total das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas.

As 13 mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (7), na região Norte (5) e na região Centro (1).

No que respeita às faixas etárias, nove das vítimas mortais tinham mais de 80 anos, uma entre os 70 e os 79, uma entre os 60 e os 69, e duas entre os 50 e os 59 anos.

Relativamente ao total de 3.452 infeções nas últimas 24 horas, o boletim revela que 291 têm entre os 0 e os 9 anos, 565 entre os 10 e os 19 anos, 873 entre os 20 e os 29 anos, 559 entre os 30 e os 39 anos, 477 entre os 40 e os 49 anos, 278 entre os 50 e os 59 anos, 183 entre os 60 e os 69 anos, 11 entre os 70 e os 79 anos e 105 com mais de 80 anos.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que há mais 175 casos ativos, totalizando 40.258 e que 3.264 pessoas foram dadas como recuperados nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 891.687 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.320 pessoas e foram registados 960.437 casos de infeção.

As autoridades de saúde têm em vigilância nas últimas 24 horas mais 248 pessoas, totalizando 80.475.

A região de Lisboa e Vale do Tejo com a notificação de 1.341 novas infeções, contabiliza até agora 375.628 casos e 7.393 mortos.

Na região Norte foram registadas hoje 1.194 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 372.461 casos de infeção e 5.414 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 358 casos, acumulando-se 128.957 infeções e 3.041 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 115 casos, totalizando 33.375 infeções e 980 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 358 novos casos, acumulando-se 32.163 infeções e 384 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 29 casos, somando 10.532 infeções e 71 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 57 novos caso contabilizando 7.321 casos e 34 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 440.675 homens e 519.107 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 655 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 9.089 eram homens e 8.231 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.335 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.710 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.570 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Quanto às infeções o boletim revela que do total de 960.437 pessoas infetadas desde o início da pandemia, 56.669 tinham entre os 0 e os 9 anos, 94.990 entre os 10 e os 19 anos, 148.476 entre os 20 e os 29 anos, 142.154 entre os 30 e os 39 anos, 158.316 entre os 40 e os 49 anos, 135.779 entre os 50 e os 59 anos, 92.237 entre os 60 e os 69 anos, 59.230 entre os 70 e os 79 anos e 71.931 com mais de 80 anos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.179.675 mortos em todo o mundo, entre mais de 195,2 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome