Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Covid-19 | ACES Médio Tejo regista 42 novos casos e surto do lar do Pego declarado como extinto (c/áudio)

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo registou 42 novos casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, com os mesmos a registarem-se em Abrantes (+14), Torres Novas (+12), Tomar (+9), Entroncamento (+3), Constância (+2) e Mação (+2). Há mais 48 pessoas recuperadas da doença na região.

- Publicidade -

- Publicidade -

O surto de covid-19 no Centro Social do Pego, concelho de Abrantes, foi hoje declarado como extinto disse a delegada de Saúde, Maria dos Anjos Esperança, adiantando que a última testagem foi realizada na quarta-feira e todos os funcionários e utentes testaram negativo, havendo apenas duas pessoas ainda positivas mas que já passaram os 20 dias previstos nas normas e não apresentam qualquer risco de transmissão, face ao tempo que já passou desde o início de um surto que foi detetado a 29 de outubro.

ÁUDIO | DELEGADA DE SAÚDE, MARIA DOS ANJOS ESPERANÇA

- Publicidade -

Nos 11 concelhos da região, com um total de 3501 casos desde o início da pandemia, Ourém regista 879 infeções confirmadas, seguido por Tomar 539 (+9), Abrantes com 526 (+14), Torres Novas, com 497 (+12), Entroncamento, com 398 (+3), Alcanena, com 344, Mação, com 88 (+2), Vila Nova da Barquinha, com 65, Sardoal, com 63, Constância, com 55 (+2), e Ferreira do Zêzere, com 47 casos acumulados.

 

No ACES Médio Tejo estão hoje 553 pessoas em vigilância ativa (-9)). Tomar tem 149 cidadãos nesta condição, seguido de Ourém (118), Torres Novas (73), Abrantes (64), Entroncamento (56),  Vila Nova da Barquinha (41), Alcanena (27), Mação (13), Sardoal (5), Ferreira do Zêzere (4), e Constância (3).

O ACES Médio Tejo regista um total acumulado de 3501 pessoas infetadas (+42), 2254 recuperadas (+48), 553 pessoas em vigilância ativa (-9) e 91 óbitos (-).

Sertã tem total de 114 casos (+1) e Vila de Rei 10 (+1) desde início da pandemia

No ACES do Pinhal Interior Sul (PIS), o município da Sertã apresenta hoje um total acumulado de 114 pessoas infetadas (+1), das quais 89 recuperadas da doença (+1), segundo o ACES PIS. A Sertã tem hoje 25 casos ativos e 89 pessoas em vigilância.

Vila de Rei, por sua vez, apresenta um total de 10 casos (+1) de infeção desde o início da pandemia, dois dos quais ainda ativos e oito pessoas recuperadas, informou o ACES PIS. Hoje estão 2 pessoas em vigilância ativa neste concelho.

Região do Médio Tejo com total de 3605 casos confirmados nos 13 municípios

Com cerca de 250 mil habitantes, os 13 municípios do Médio Tejo somam um total de 3605 casos (+44) confirmados de infeção pelo novo coronavírus, das quais 3501 no ACES Médio Tejo e 124 no ACES Pinhal Interior Sul (114 na Sertã e 10 em Vila de Rei). Há um total de 2351 pessoas recuperadas (2254 no ACES Médio Tejo, 89 na Sertã e 8 em Vila de Rei (ACES PIS) e 91 óbitos.

O ACES Médio Tejo abrange a área territorial de 11 municípios com cerca de 235 mil utentes, e abrange as unidades de saúde de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km’s quadrados.

Os municípios da Sertã e Vila de Rei fazem parte do Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo na divisão político-administrativa mas em termos de Saúde estão ligados ao ACES do Pinhal Interior Sul (PIS) que abrange ainda os concelhos de Proença-a-Nova e Oleiros, num total de cerca de 30 mil utentes.

Ponte de Sor regista 1 novo caso e Gavião com total de 81 casos (+5) 

No Alto Alentejo, Ponte de Sor apresenta hoje um total acumulado de 113 (+1) casos positivos desde o início da pandemia. Pelo menos cinco dos casos são relativos a pessoas que não residem no concelho e que não atualizaram a sua residência fiscal, pelo que o município refere apenas a ocorrência de 108 casos, dos quais 92 estão recuperados (+1) e 15 estão ativos. Há um óbito a lamentar. Ponte de Sor passou a integrar na quarta-feira a lista de concelhos com ‘risco moderado’ de transmissão da covid-19, descendo assim do nível de ‘risco elevado’ em que se encontrava.

Gavião, por sua vez, apresenta um total acumulado de 81 casos covid (+5), dos quais 24 pessoas já estão recuperadas da doença. Há dois óbitos a lamentar. Há hoje 55 casos ativos no concelho. Gavião passou a integrar a lista de concelhos com ‘risco extremamente elevado’ de transmissão da covid-19, o nível máximo e sujeito às medidas mais restritivas.

Região da Lezíria com 4260 casos e 109 óbitos desde o início da pandemia

A Lezíria do Tejo apresenta hoje 39 novos casos, 70 doentes recuperados, cinco óbitos e um total acumulado de 4260 doentes, dos quais 1514 casos no concelho de Santarém, segundo a Rede Regional. A Chamusca tem um total de 198 casos confirmados (+1), entre os quais cinco óbitos, e a Golegã regista 70 infeções e dois óbitos.

A região da Lezíria acumula 109 óbitos (+5), 38 dos quais em Santarém (+2), e 3620 pessoas recuperadas da doença.

Distrito de Santarém com total de 7761 casos e 200 óbitos

O distrito de Santarém soma um total acumulado de 7761 casos confirmados de doença (4260 na Lezíria do Tejo e 3501 no ACES Médio Tejo), e um total de 200 óbitos (109 na Lezíria e 91 no ACES Médio Tejo).  A Lezíria apresenta um total de 3620 recuperados e o ACES Médio Tejo tem 2254, o que dá um total de 5874 pessoas recuperadas da doença.

Portugal com mais 86 mortes e 3.134 novos casos

Portugal contabiliza hoje mais 86 mortes relacionadas com a covid-19 e 3.134 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já registou 5.278 mortes e 335.207 casos de infeção pelo novo coronavírus, estando hoje ativos 70.381, menos 1.800 em relação a quarta-feira.

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim epidemiológico da DGS revela que estão internadas 3.304 pessoas, menos 28 do que no dia anterior, dos quais 509 em cuidados intensivos, mais cinco. As autoridades de saúde têm em vigilância 75.633 contactos, menos 772 relativamente a quarta-feira, mostram os dados, que apontam para mais 4.848 doentes recuperados.

Desde o início da epidemia em Portugal, em março, já recuperaram 259.548 pessoas. Das 86 mortes registadas nas últimas 24 horas, 37 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, 32 na região Norte, 14 na região Centro, dois no Alentejo e um no Algarve.

Segundo o boletim da DGS, a região Norte é a que regista o maior número de novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas (1.371), totalizando 175.983 casos e 2.537 mortes desde março. Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados 964 novos casos, contabilizando-se até agora 109.017 casos de infeção e 1.831 mortes. Na região Centro registaram-se mais 444 casos de covid-19, num total de 34.571, e 697 mortos desde março.

Já no Alentejo, foram assinalados mais 267 casos, totalizando 7.420 casos e 136 mortos desde que começou a epidemia em Portugal. A região do Algarve tem hoje notificados 63 novos casos, somando 5.949 casos e 56 mortos. Na Região Autónoma dos Açores foram registados 19 novos casos nas últimas 24 horas, somando 1.254 infeções detetadas e 19 mortos desde o início da pandemia. A Madeira registou seis novos casos. Desde março, a região autónoma contabiliza 1.013 infeções e dois óbitos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções. O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 150.745 homens e 184.329 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 133 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 2.775 eram homens e 2.503 mulheres. O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 23 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.570.398 mortos resultantes de mais de 68,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

3 COMENTÁRIOS

  1. Muito Bom dia

    Como seguidor diário do vosso site e não querendo ser mal interpretado e por motivos de ordem profissional usar os dados relativos ao COVID 19 por concelho, venho alertar de que a imagem representativa dos mesmo contém dados não corretos.
    A titulo de exemplo o valor do Número total de casos .

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome