Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância/Autárquicas | Júlia Amorim (CDU) renova equipa e anuncia reforço da luta por nova ponte (C/VIDEO)

A candidata da CDU à Câmara de Constância, Júlia Amorim, (atual presidente) disse este domingo que a construção de uma nova travessia no rio Tejo vai ser pedra de toque para um combate inacabado, num próximo mandato, e apresentou muitas caras novas numa equipa rejuvenescida que tem como prioridades “as pessoas, a cultura, a educação, o emprego, a habitação e a saúde”. Na sede da União Jazz Malpiquense, em Malpique, Santa Margarida, ouviu-se José Afonso e cumpriu-se um minuto de silêncio em memória das vítimas do incêndio de Pedrógão. “Enquanto rosto de uma grande equipa acredito que com a experiência autárquica que tenho e com aquilo que aprendi nestes últimos 4 anos, porque aprendi muito, acho que tenho o perfil adequado para liderar esta equipa”, considerou Júlia Amorim.

- Publicidade -

A sessão de apresentação dos candidatos CDU a Constância decorreu na sede da União Jazz Malpiquense. Foto: mediotejo.net

A Coligação Democrática Unitária (CDU) de Constância apresentou os candidatos aos vários orgãos autárquicos este domingo à tarde, dia 18 de junho, em Malpique, perante cerca de uma centena de pessoas e um calor abrasador, tendo em vista as eleições autárquicas que se vão realizar no dia 1 de outubro.

- Publicidade -

A atual presidente da Câmara Municipal de Constância, Júlia Amorim, recandidata-se a mais um mandato de quatro anos. Na equipa dos cinco primeiros para o órgão executivo seguem-se os nomes de Sónia Varino, 40 anos, diretora técnica, Micael Dias, 30 anos, jurista, Manuela Arsénio, técnica superior, e Rui Lopes, empresário. Os atuais vereadores Arsénio Cristovão e Daniel Martins não concorrem ao cargo.

António Pinheiro é o único presidente de junta eleito pela CDU que se recandidata a mais um mandato, nomeadamente na freguesia de Santa Margarida da Coutada. Em Constância, o atual presidente não pode concorrer à Junta de Freguesia por força da Lei de Limitação de mandatos, concorrendo Eduardo Conceição ao lugar. Para tentar conquistar a freguesia de Montalvo a CDU aposta em Álvaro Alves.

Os candidatos às juntas de freguesia e Assembleia Municipal (em cima), a mandatária da campanha e a candidata à Câmara de Constância

“O nosso projeto autárquico aponta muito nas pessoas, na saúde, na educação, na cultura, na juventude, no desporto (…)”, elencou Júlia Amorim, tendo afirmado que “é altura de, num próximo mandato, de reivindicarmos uma nova ponte que ligue a população do concelho, mas que também sirva a região e o país”.

Em declarações ao mediotejo.net, a candidatada comunista falou ainda sobre alguns dos projetos que preconiza para as três freguesias do concelho: “em Santa Margarida da Coutada vamos implementar medidas com vista à fixação da população e de novos residentes. Em Constância o foco principal é a reabilitação urbana e a zona ribeirinha. Em Montalvo queremos dar continuação a uma grande aposta que é requalificar turisticamente as Quintas Dona Maria”, exemplificou.

Constância l CDU apresenta os seus candidatos

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 18 de Junho de 2017

Questionada sobre o facto de existirem quatro listas a concorrer nas eleições autárquicas à gestão do município (PS, CDS-PP/PSD e MIC – Movimento de Independentes por Constância), Júlia AMorim disse que concorria “pelo bem geral da comunidade e do município” e “não por interesses pessoais”.

“Neste momento, já temos cerca de 100 candidatos que quiseram fazer parte das listas. É um facto que algumas pessoas saíram, mas também temos muita gente nova, em idade e que entra de novo. Os tempos mudam as mentalidades também, portanto é importante ir renovando”, referiu, quando questionada sobre a renovação das suas equipas.

“Assumo esta candidatura a mais um mandato autárquico com a consciência de tudo ter procurado fazer para concretizar os compromissos assumidos com a nossa população, numa postura de humildade, de seriedade e de muita proximidade às pessoas e às instituições do nosso concelho. Por razões éticas, considero que, sendo a atual presidente e candidata à Câmara Municipal, deveria retardar o mais possível a apresentação da recandidatura. E este é o tempo certo”, pode ler-se no manifesto de candidatura de Júlia Amorim.

“Com serenidade, sem correria e com a convicção de que a memória dos nossos munícipes não é curta e que não irá esquecer, em poucos meses, quatro anos de trabalho árduo de dedicação, num contexto económico difícil, ao serviço das famílias, das escolas, das coletividades, dos Bombeiros, da Misericórdia, da cultura, do desporto, das empresas – do nosso Concelho”, defendeu.

Os candidatos, militantes e apoiantes da CDU prestram um minuto de silêncio em homenagem à memória das vítimas dos incêndios. Foto: mediotejo.net

Sobre as equipas que compõem as listas concorrentes aos três órgãos autárquicos – Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Assembleias de Freguesia – a candidata da CDU refere que são “compostas por homens e mulheres residentes no Concelho, mulheres e homens que, na sua maioria, não têm filiação partidária mas estão unidos em torno de um projeto autárquico sério. Mulheres e homens com provas dadas nas coletividades e enquanto eleitos autárquicos, com experiências de vida e profissionais diversas que enriquecerão o trabalho coletivo”.

“A sua presença será um estímulo para prosseguirmos o nosso trabalho e o compromisso com a população do Concelho”, concluiu.

António Mendes, atual presidente da Assembleia Municipal e candidato a um novo mandato no cargo nas listas da CDU, respondeu ao facto do município de Constância ser o único do Médio Tejo a ser gerido por autarcas da CDU.

“Constância há muitos anos que é gerida pela CDU, mas antes foi pelo PS e pelo PSD. As pessoas apostaram tantas vezes na CDU e nos seus candidatos porque reconheceram o mérito. Não há uma razão especial, a não ser o trabalho feito, a dedicação e o empenho”, destacou António Mendes, histórico autarca e que presidiu à gestão do município durante mais de duas décadas.

Manuela Arsénio, mandatária da campanha, no discurso de abertura de apresentação dos candidatos da CDU na União Jazz Malpiquense. Foto: mediotejo.net

A Câmara Municipal de Constância é gerida pela CDU, que venceu as autárquicas de 2013 com 45,57% dos votos (1.080 votos), a que corresponderam três eleitos, detendo o PS dois vereadores (37,97%), decorrentes dos 900 votos obtidos do total dos 2370 votantes.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here