Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | XXXI Feira do Livro já começou e ultrapassa as fronteiras da literatura

A XXXI Feira do Livro de Constância começou esta segunda-feira, dia 28, com um programa que ultrapassa as fronteiras da literatura. Além dos livros e encontros com escritores, a primeira edição organizada em conjunto pelo município e a TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior propõe sete dias com teatro, gastronomia, oficinas, seminários, música e atividades lúdico-pedagógicas.

- Publicidade -

O mundo dos livros está de regresso ao concelho de Constância com a realização da 31ª edição da Feira do Livro entre os dias 28 de novembro e 4 de dezembro. O programa na iniciativa organizada em conjunto pelo município e a TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior é ambicioso e propõe sete dias de atividades que ultrapassam as fronteiras da literatura.

A sessão de abertura teve lugar no Cine-Teatro Municipal na manhã de segunda-feira e contou com a presença da presidente da Câmara Municipal, Júlia Amorim, da diretora da TAGUS, Conceição Pereira, e da diretora da Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill, Anabela Cardoso, tendo as três focado a diversidade do programa e a abrangência de faixas etárias ao nível da oferta literária e das atividades previstas até ao próximo domingo.

- Publicidade -

Perante a plateia constituída por representantes de diversas entidades do concelho e de alguns alunos do Agrupamento de Escolas de Constância, Júlia Amorim destacou, igualmente, o facto da iniciativa envolver os cerca de 700 alunos do concelho através do usufruto e da participação direta em alguns momentos da iniciativa. Entre os convidados estiveram Luís de Camões e a Tágide, que acompanharam os visitantes na visita guiada a diversos espaços da Feira do Livro por Catarina Lourenço, da TAGUS.

A Sessão de Abertura realizou-se esta segunda-feira. Fotos: mediotejo.net
A Sessão de Abertura realizou-se esta segunda-feira. Fotos: mediotejo.net

Apesar do livro ser o “elemento gerador” do evento, Conceição Pereira destacou a “panóplia muito grande de iniciativas” que integram o programa, como espetáculos teatrais, showcookings, concertos musicais ou atividades lúdico-pedagógicas. Nas suas declarações aos jornalistas, a diretora do Grupo de Ação Local que tem como território de intervenção os concelhos de Abrantes, Constância e Sardoal, salientou o trabalho desenvolvido a nível logístico, administrativo e de comunicação numa área em que “trabalhamos menos” e na qual “é necessário reforçar parcerias”.

A criação de um espaço dedicado aos produtos locais é outro traço distintivo desta edição e “cumpre com o papel da TAGUS” enquanto entidade dinamizadora dos recursos endógenos da região. Além da oferta cultural, os visitantes têm a oportunidade de adquirir vinhos, mel, geleias e Queijinhos do Céu, entre outros, que podem ser encontrados durante o resto do ano em Constância na loja “Camões com Sabor”, localizada na Rua Luís de Camões (junto da Praça Alexandre Herculano).

feiralivro05
O Cine-Teatro tem diversos espaços preparados para receber os visitantes. Fotos: mediotejo.net

O programa de sete dias arrancou esta segunda-feira com a primeira sessão “À Conversa com…”, que teve como convidada Manuela Ribeiro, autora de “Aventuras de Miguel e Ricardo”, os primeiros desafios do Jogo gigante “A Descoberta dos Livros” e a inauguração da exposição de pintura com os trabalhos criados no Atelier do pintor Massimo Esposito.

Esta terça-feira, dia, 29, continuam as conversas sobre literatura, os desafios dos jogos gigantes e realiza-se uma oficina de escrita criativa. Os escritores convidados são Vergílio Alberto Vieira, autor de “A Cor das Vogais”, e Maria João Gonçalves, autora de “Amor sem Compromisso”. Os alunos têm ainda a oportunidade de se divertirem no jogo gigante “A Volta ao Mundo das Crianças”.

As crianças podem participar em jogos gigantes e pintar um painel gigante. Fotos: mediotejo.net
As crianças podem participar em jogos gigantes e pintar um painel gigante. Fotos: mediotejo.net

A quarta-feira começa com uma conversa em que Ana Cristina Simão fala sobre a obra “A Menina dos Ossos de Cristal” num dia que, à semelhança das restantes datas, tem sessões de conversas literárias matinais e vespertinas. Neste dia realiza-se, igualmente, uma oficina de caraterização e a Casa-Memória de Camões recebe a apresentação do livro “Até que o Amor Me Mate – As Mulheres de Camões”, com a presença da escritora Maria João Lopo de Carvalho. O teatro entra no programa à noite com o espetáculo “Tomem Lá do Camões”, levado a cena pelo Grupo de Teatro Escolar.

Os visitantes podem usufruir da manhã do feriado que assinala a Restauração da Independência com a demonstração culinária “Entradas para a Mesa de Natal” por Isabel Zibaia Rafael, autora do blog “Cinco Quartos de Laranja” e conhecida na blogosfera por “Laranjinha”. As propostas da tarde incluem o torneio do jogo gigante “A Descoberta do Natal”, animação musical infantil com Helena Mortágua e a peça teatral “Agarra que é Milionário” do Grupo de Teatro da Sociedade Artística Tramagalense (SAT). Neste dia não podiam faltar as conversas com escritores e os convidados são Emílio Miranda (“Linhagem de Bravos”) e Domingos Amaral (“Assim Nasceu Portugal”).

Novo dia de Feira do Livro, mais atividades, desta vez uma conversa literária com Nazaré Lobato, autora de “Uma Aventura na Quinta dos Malmequeres” e os seminários “Gestão de Bibliotecas: O que podemos aprender com a Psicologia Positiva” e “E depois da pergunta? Interação, oralidade e referência: Boas práticas no atendimento em bibliotecas”, na Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill.

As atividades decorrem no Cine-Teatro, na Biblioteca Municipal e na Casa-Memória de Camões. Fotos: mediotejo.net
As atividades decorrem no Cine-Teatro, na Biblioteca Municipal e na Casa-Memória de Camões. Fotos: mediotejo.net

As conversas literárias de dia 3, sábado, giram em torno das obras “O Outro Lado do Obscuro”, de Catarina Lino, “A Professora dos Olhos Tristes”, de Nazaré Lobato, “Foi Só Um Sonho”, de Leonor Salgueiro, e do blog “Por Falar Noutra Coisa” com Guilherme Duarte. O programa inclui, igualmente, as demonstrações culinárias “Sinfonia de Sabores de Natal” e “Bebidas com Arte – Aromas de Constância”, a oficina de música “Primeira Aula de Música”, pelo Maestro José Rodrigues, e a sessão de “À Conversa com…” que tem como convidado o Maestro António Victorino d’Almeida.

A XXXI Feira do Livro de Constância termina no dia 4 de dezembro, domingo, com a última conversa literária sobre o livro “O Último Adeus”, da escritora Li Marta, a apresentação do audiolivro de António Fonseca “Os Lusíadas como nunca os ouviu”, na Casa-Memória de Camões, e o concerto em que o maestro António Victorino d’Almeida apresenta a “Sinfonia Nº 6”. O encerramento oficial acontece na Escola Luís de Camões com um Constância d’Honra.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here