Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | “Voo, uma Exposição que cai bem” no Parque Ambiental de Santa Margarida

A Exposição “Voo, uma Exposição que cai bem” vai estar patente ao público no Parque Ambiental de Santa Margarida, no concelho de Constância, até ao final do mês de julho. Esta é uma exposição itinerante que irá circular por todos os município do Médio Tejo, sendo que Constância foi o primeiro a acolher a iniciativa.

- Publicidade -

Esta exposição é composta por quatro módulos dedicados ao tema do voo, com interações mecânicas e digitais e legendas explicativas. Cada módulo interativo (1. Contextualização & avaliação; 2. Descolar, 3. Voar; 4. Aterrar) permite ao visitante ficar a conhecer conceitos e fenómenos relacionados com a ciência e a tecnologia associadas ao voo, lê-se em nota de imprensa enviada ao nosso jornal.

Destinada ao público escolar e às famílias, a exposição tem foco nos conteúdos curriculares/aprendizagens essenciais ao nível do 9º ano de escolaridade, e estará disponível para as escolas, bibliotecas e outras instituições.

- Publicidade -

Um dos objetivos prende com o facto de permitir a exploração de conteúdos curriculares de modo contextualizado e interdisciplinar, com recurso a metodologias ativas, motivadoras e facilitadoras da compreensão da sua utilidade no dia-a-dia, com foco na literacia científica e na sensibilização da comunidade para a ciência, num ambiente não formal de educação em ciências.

A iniciativa surge integrada no Eixo 3 “Experimenta + Ciência” – Programa Intermunicipal de Promoção da Ciência – incluído no Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação no Médio Tejo (PEDIME), promovido pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, os Municípios da região e respetivos Agrupamentos de Escolas.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome