Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Constância | Vila “Faz Acontecer” atividades diversas no Parque da merendas e zona ribeirinha

Constância Faz Acontecer é o ponto de partida para uma série de eventos que vai decorrer em Constância este sábado, 21 de setembro, a partir das 15:00, no Parque de Merendas e Zona Ribeirinha da vila. Arte urbana, música, convívio e desporto ditam a programação deste dia destinado aos mais jovens e não só.

- Publicidade -

A abrir o programa, começa-se com um momento de conversa com o muralista Violant (João Maurício), natural de Riachos (Torres Novas), cuja obra além de se encontrar por toda a região, também já pulou além fronteiras, não passando despercebidas aos olhos comuns as diversas críticas e alertas sobre a atualidade e o mundo que pinta nos muros,  para fazer pensar e refletir o cidadão que passa.

Depois segue-se o workshop «Rap & Beats» by Pacífico, cuja participação implica inscrição obrigatória (deve ser feita na piscina municipal) e tem um custo de 2,00€. O workshop tem limite máximo de 25 participantes.

- Publicidade -

Pelas 18h00 haverá um lanche-convívio, seguindo-se a partir das 19h30 a prova de orientação «Nos Trilhos da Europa», iniciativa gratuita mas com inscrição obrigatória. A prova terá 10 km de dificuldade média/baixa, com duração média de 2 horas. Podem participar equipas de 4 a 7 elementos.

Organizado pelo município de Constância, o evento Constância Faz Acontecer, tem como parceiros a FAJUDIS – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Santarém e o Centro de Informação Europe Direct Oeste e Lezíria do Tejo, contando também com o apoio da Junta de Freguesia de Constância e de diversas empresas do concelho e da região.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome