Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | Teatro de sombras alerta crianças para segurança no Natal

Vamos Proteger o Natal” é o titulo do espetáculo de teatro de sombras que vai subir ao palco na segunda-feira, 17 de dezembro, no Auditório do Cineteatro Municipal de Constância, às 10h00. Trata-se de uma organização conjunta da Biblioteca Municipal Alexandre O`Neill (BMAO) e do Serviço Municipal de Proteção Civil que abordará as temáticas do Natal e da Segurança.

- Publicidade -

Encenada pelos técnicos da BMAO e da Proteção Civil, a peça de teatro Vamos Proteger o Natal, tem por base várias histórias tradicionais portuguesas e visa alertar as crianças para alguns perigos a que estão expostas no Natal, transmitindo-lhe várias regras de segurança.

Este é mais um de vários eventos que decorrem durante o mês de dezembro, em Constância. Está também disponível a exposição/venda de peças natalícias no Posto de Turismo e a exposição “Natal Reciclado”, na zona ribeirinha da vila.

- Publicidade -

No sábado, 15 de dezembro terá lugar a 3.ª São Silvestre Solidária, organizada pela Brigada Mecanizada e pela Câmara Municipal de Constância. Tendo como custo de inscrição a oferta de bens alimentares, roupas, brinquedos e outro, que reverteram para a Loja Social de Constância, a 3ª São Silvestre Solidária integra uma prova de 10 km, uma caminhada de 7,5 km e provas para escalões jovens.

Em simultâneo decorrerá uma Caminhada de Pais Natais, pelo que a organização lançou o desafio a todos os caminheiros para que venham equipados com fatos de Pai Natal.

Também no dia 15 de dezembro, será possível participar no ateliê Presépio Tradicional que terá lugar no jardim do Museu dos Rios e das Artes Marítimas, a partir das 15h00.

Nas três freguesias, Constância, Montalvo e Santa Margarida da Coutada, é possível apreciar pequenos apontamentos com iluminação de época.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome