Constância | Soldados do RAME juraram pela Pátria à beira-rio (c/ fotogaleria)

Juramento de Bandeira do RAME em Constância. Foto: mediotejo.net

O ponto de encontro entre os rios Tejo e Zêzere foi o local escolhido para o Juramento de Bandeira dos formandos do primeiro Curso de Formação Geral Comum de Praças do Exército de 2019 (1ºCFGCPE19) do Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME). A cerimónia oficial realizou-se na passada quinta-feira, dia 28, e foi presidida pelo General Rui Davide Guerra Pereira, vice-Chefe do Estado-Maior do Exército e Comandante das Forças Terrestres.

PUB

O juramento de Bandeira descentralizado do RAME, sediado em Abrantes, teve início com a receção aos convidados na Câmara Municipal de Constância, seguidamente encaminhados para a zona ribeirinha próxima do Anfiteatro dos Rios. Ali, aguardavam-nos as forças em parada sob o comando do Segundo Comandante do RAME, Tenente-Coronel de Infantaria António Ferreira, assim como familiares, amigos e público em geral que quiseram marcar presença.

Juramento de Bandeira do RAME em Constância. Foto: mediotejo.net

O General Rui Davide Guerra Pereira chegou acompanhado pelo Comandante do Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME), Coronel de Infantaria Mário Álvares, e pelo presidente da autarquia, Sérgio Oliveira. Os três ocuparam os lugares na Tribuna de Honra virada para os três pelotões do RAME e um pelotão do Regimento de Infantaria n.º1 (R1) de Beja que compunham a Companhia de Formação do 1ºCFGCPE19.

PUB

Os quatro pelotões estavam acompanhados por dois da Companhia de Comando e Serviços do RAME e pela Banda do Exército. Uma vez prestadas as Honras Militares, o Comandante da Companhia de Formação fez a sua alocução dirigida, essencialmente, aos soldados recrutas e na qual destacou, entre outros pontos, a importância de se construir um caminho em conjunto.

Tiago Ferreira e Alexandre Horta destacaram-se na classificação final entre os 77 jovens que fizeram a instrução básica e receberam os respetivos prémios pelas mãos das suas famílias, acompanhadas pelo General Rui Davide Guerra Pereira. O primeiro salientou-se no RAME com 17,61 valores e o segundo no R1 com 17,44 valores.

PUB
Juramento de Bandeira do RAME em Constância. Foto: mediotejo.net

Aproximava-se o momento mais simbólico, que começou com a leitura dos deveres militares pelo Sargento-Chefe do Serviço Geral do Exército José Claro. Foi em resposta à voz do Segundo Comandante do RAME, Tenente-Coronel de Infantaria António Ferreira, que os formandos do 1ºCFGCPE19 gritaram “Juro” à beira-rio perante o Estandarte Nacional e receberam as boinas castanhas com a insígnia à esquerda que surgiram em 1960.

As primeiras foram impostas aos elementos que mais se distinguiram. No Mérito Escolar os valores mais altos foram os de Tiago Ferreira (RAME) com 19,40 e Alexandre Horta (R1) com 18,76, no Mérito Pessoal destacaram-se Carlos Pinto (RAME) com 16,67 e João Souza (R1) com 16,67 e, por fim, no Desembaraço Físico João Ricardo (RAME) e Cristiano Jigau (R1) obtiveram 19,48 e 15,80 valores, respetivamente.

Os outros formandos receberam as suas boinas de seguida e a cerimónia continuou com o desfile das forças em parada, terminando o programa previsto junto aos rios Tejo e Zêzere com a atuação da Banda do Exército. A despedida foi feita na Escola Básica e Secundária Luís de Camões com um Porto de Honra servido pelos alunos.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here