Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Constância | Incêndio entrou em fase de resolução

Atualização às 22h24
A presidente da Câmara de Constância disse que o incêndio que deflagrou às 19:35 em Constância-Sul estava “80% em resolução” cerca das 21:15. Júlia Amorim, que se deslocou ao posto de comando instalado em Constância-Sul, disse à Lusa que o fogo, que lavrou numa área de sobro e pinheiro, andou “à porta de algumas casas” nesta localidade, junto à capela de Santo António, mas “nenhuma esteve em risco”. Salientando que o incêndio “começou forte e progrediu forte”, a autarca afirmou que também os meios atuaram “com eficácia e prontidão”.
O comandante distrital de operações de socorro de Santarém, Mário Silvestre, disse à Lusa que a grande dificuldade hoje residiu na quantidade de incêndios de grandes dimensões a que os bombeiros tiveram que responder no distrito. Além do incêndio em Constância-Sul, os bombeiros tiveram que acorrer a incêndios em Crucifixo, na freguesia de Tramagal (Abrantes), que deflagrou às 12:01, e onde às 21:40 estavam ainda 73 operacionais e 23 viaturas, em Portela, no concelho de Tomar, com início às 12:02, e que tinha envolvidos no combate, à mesma hora, 185 operacionais e 55 viaturas. No incêndio de Carvalheiro (Alcanena), que começou às 14:19, estavam 112 elementos, 37 viaturas e dois meios aéreos, e no de Marinhais (Salvaterra de Magos), com início às 15:29, estavam 68 operacionais e 23 viaturas, tendo-se ainda registado outras ocorrências de menores dimensões. No incêndio de Abrantes registaram-se oito feridos, dois deles com queimaduras graves, e no de Tomar três feridos ligeiros.
C/ LUSA

- Publicidade -

Atualização às 21h47
O incêndio que lavrava em Constância Sul já se encontra em resolução desde as 21h30, adianta ao mediotejo.net, o 2º comandante de Constância, Marco Gomes. Não há danos, nem feridos a registar, e para o sucesso do combate às chamas foi importante a ajuda de um canadair, nos momentos iniciais, realça o responsável. Houve estradas cortadas dentro do perímetro do incêndio, na ponte sobre o rio Tejo só circularam viaturas de emergência durante um período de tempo com as chamas a atingir um local sensível e com habitações na linha de fogo, mas a situação foi ultrapassada.
O 2º comandante de Constância destacou a excelência do trabalho de coordenação e operacional desenvolvido pela Proteção Civil e bombeiros do distrito de Santarém no pronto combate a um incêndio que deflagrou às 19h35 numa região marcada pelos incêndios esta segunda-feira, nomeadamente em Tramagal, Alcanena e Tomar.

Cronologia
Seis meios aéreos encontram-se no combate ao incêndio que deflagrou em Constância Sul pelas 19h35. As chamas estão a consumir mato e o combate está a ser efetuado por 212 homens, apoiados por 54 veículos, segundo dados da Proteção Civil, às 21h12.
Na ponte que liga Constância Sul à Praia do Ribatejo já só passam veículos de emergência. Este é, no momento, o incêndio que mais operacionais tem mobilizados no terreno, a nível distrital.

- Publicidade -

Incêndio em Constância Sul. Foto: mediotejo.net

Atualização às 21h39
No local estiveram sete meios aéreos, mas um foi retirado e não há habitações em risco, disse à agência Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). O incêndio lavra numa zona de mato e no local encontra-se o 2.º comandante de Constância a dirigir as operações.
C/LUSA

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here