- Publicidade -
Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Constância | Santos Populares comemorados entre os saberes e afetos das plantas

O Município de Constância, através do Museu dos Rios e das Artes Marítimas e do Parque Ambiental de Santa Margarida, vai comemorar os Santos Populares de forma diferente, promovendo a atividade «Plantas: saberes e afetos». As atividades vão decorrer de 13 a 23 de junho, em três momento distintos, com base nas nas orientações da Direção Geral de Saúde face à atual situação de pandemia.

- Publicidade -

No Dia de Santo António, este sábado, dia 13, arranca a divulgação de um desafio virtual, na página de Facebook do Município. Segundo a autarquia, os participantes vão ter de identificar o nome e as utilizações de algumas plantas tradicionais e comuns nos campos da região. O desafio será publicado todos os dias às 10h00.

Já no dia 21 de junho, domingo, pelas 9h30, irá partir-se da Ecoteca do Parque Ambiental para o passeio «Caminhar entre aromas e saberes».

- Publicidade -

Esta iniciativa vai permitir aos participantes “desfrutar dos aromas e dar a conhecer as utilizações tradicionais de diferentes plantas desta época”. Trata-se de uma atividade gratuita, restrita a oito participantes. Deve ser feita inscrição até dia 19 de junho, através do e-mail parqueambiental@cm-constancia.pt, ou do contacto 249 736 929.

A última atividade do programa de comemorações dos Santos Populares, em Constância, está agendada para a véspera de S. João, dia 23 de junho, às 9h00.

Propõe-se, em formato vídeo, a Oficina Poética «Plantas, a alegria do lar!», de Marina Palácio, “para ser experimentada pelo público a partir dos cinco anos”. Será divulgada na página de Facebook do Município.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome