Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Domingo, Outubro 17, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Constância | Presidente garante conclusão das obras no Largo Cabral Moncada antes das festas

O presidente da Câmara Municipal de Constância voltou a reforçar a garantia de que as obras de requalificação do Largo Cabral Moncada, na zona histórica da vila, vão estar concluídas antes das festas de Nª Srª da Boa Viagem, agendadas para de 20 a 22 de abril.

- Publicidade -

Em resposta a uma pergunta colocada pelo cidadão Carlos Lopes durante a sessão da Assembleia Municipal do dia 25, Sérgio Oliveira repetiu a garantia dada pelos técnicos segundo os quais os prazos serão cumpridos.

O autarca esclareceu que o largo será transformado num espaço multiusos, com uma zona ajardinada, uma zona de estacionamento e algum mobiliário urbano. “Nunca esteve em cima da mesa qualquer projeto de transformar a 100 por cento o Largo Cabral Moncada num parque de estacionamento”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal, adiantando que se vão manter oito a 10 lugares de estacionamento.

- Publicidade -

Escavações arqueológicas no Largo Cabral Moncada. Fotos: mediotejo.net

Neste momento, em simultâneo com o desaterro na zona mais próxima do rio, decorrem as escavações arqueológicas através da empresa Nova Arqueologia, com sede em Alcanena.

Dos trabalhos realizados até agora foi descoberto um forno antigo e algumas estruturas de muros e paredes, nada de particularmente relevante em termos arqueológicos.

Aliás a maior parte da zona onde decorrem as obras tem um solo composto por material sedimentado sobretudo de origem vegetal, até porque é uma zona de cheias.

A empreitada foi adjudicada pela Câmara Municipal à empresa Cansyfree, Lda. por 99.735,97 euros + IVA, comparticipada em 85% por fundos comunitários.

A requalificação do espaço “surge da necessidade de recuperar e requalificar esta zona, enquanto espaço coletivo, convertendo-o num lugar de socialização, ponto de encontro da população local, palco de acontecimentos diversos e inovadores, com soluções que potenciem novos usos e aptidões”, explica a Câmara em nota de imprensa.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome