Constância | População lutou e fibra ótica está a caminho de Santa Margarida

Altice arranca com implementação de fibra ótica em Santa Margarida. Foto: Facebook/Sérgio Oliveira

Os trabalhos para a instalação da fibra ótica em Santa Margarida da Coutada, freguesia do concelho de Constância, já tiveram inicio, anunciou o presidente da autarquia. Os trabalhos são da responsabilidade da operadora Altice Portugal e vêm dar resposta a uma antiga pretensão do município e dos habitantes dos vários lugares desta freguesia.

PUB

“Uma batalha que já leva alguns anos” e “uma conquista de todos os quantos trabalharam e lutaram para que este dia fosse uma realidade”, foram algumas das frases que Sérgio Oliveira (PS) escreveu na sua página pessoal para assinalar o momento, sendo expectável que até final do ano os trabalhos fiquem concluídos.

“Quero congratular e assinalar o início destes trabalhos porque representam um momento importante para a freguesia de Santa Margarida e para os seus habitantes, porquanto era a única freguesia do concelho de Constância que não era servida por fibra ótica e assim vai ficar em igualdade de circunstâncias” com as demais localidades do município, disse Sérgio Oliveira ao mediotejo.net, tendo feito notar o empenho e a persistência da sociedade civil em conseguir alcançar este objetivo.

PUB

“Por vezes as coisas parecem fáceis e que as coisas aparecem de forma simples, mas foi preciso muita luta para que o dia de hoje se tornasse realidade, com empenho da autarquia e também da sociedade civil, que se mobilizou e reivindicou para que a fibra ótica chegasse a Santa Margarida. É um dia feliz, sem dúvida”, concluiu.

A Altice Portugal já havia anunciado em agosto a implementação de fibra ótica na freguesia de Santa Margarida da Coutada, prevendo na altura que a cobertura desta localidade estivesse finalizada durante este mês de novembro.

PUB

“Neste momento, os estudos técnicos necessários ao planeamento e projeto de implementação estão já finalizados e o projeto de fibra ótica em Santa Margarida da Coutada encontra-se em fase de arranque, estando previsto que a cobertura desta localidade esteja finalizada durante o mês de novembro”, disse fonte oficial da empresa no dia 5 de agosto.

Altice arranca com implementação de fibra ótica em Santa Margarida. Foto: Facebook Sérgio Oliveira

Esta declaração surgiu depois de o presidente da Câmara de Constância ter enviado uma carta de protesto à Altice a queixar-se de “problemas de cobertura de sinal de internet e de comunicação por rede móvel”.

Segundo o município, a freguesia de Santa Margarida da Coutada “tem tido problemas de cobertura de sinal de internet e de comunicação por rede móvel”, o que tem “originado inúmeras queixas de munícipes junto do executivo municipal”.

No esclarecimento enviado às redações, a Altice Portugal disse ter sido “com estupefação” que reagiu ao protesto da Câmara Municipal de Constância, afirmando que aquele concelho “tem sido alvo de um grande investimento da Altice Portugal em fibra ótica”.

Nesse sentido, anunciou então a Altice, “para assinalar este momento de implementação da rede de fibra ótica de última geração na freguesia de Santa Margarida da Coutada, a Comissão Executiva da Altice Portugal deslocar-se-á a Constância, já em setembro”, visita que, a ter-se realizado, não foi do conhecimento público, aguardando talvez pelo momento de inaugurar o importante investimento para a comunidade de Santa Margarida.

Relativamente à rede móvel, a Altice Portugal disse na ocasião que iria apurar a necessidade de instalação de uma nova estação móvel que reforçasse o sinal na localidade de Santa Margarida da Coutada” e que “trabalhará em conjunto com a autarquia na localização da mesma”.

Sérgio Oliveira, presidente do município de Constância, congratulou-se com a “célere resposta da Altice pelo compromisso assumido e pelo anuncio publico do lançamento da 1ª pedra” do sistema em setembro, [o início dos trabalhos foram só hoje assinalados] destacando a postura dos responsáveis da empresa perante a questão e a importância da resolução deste problema para a qualidade de vida e fixação da população naquela freguesia.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here