Constância organiza Festival das Grandes Rotas de 29 de abril a 1 de maio

Atividades nas áreas do turismo, lazer, desporto, cultura e ciência vão marcar a primeira edição do Festival das Grandes Rotas de Constância, evento que a autarquia hoje apresentou com o objetivo de desenvolver turisticamente o concelho.

PUB

“O concelho de Constância é um território de excelência para a prática desportiva na natureza, agora potenciado pela Grande Rota do Zêzere – GRZ 33, e Grande Rota do Tejo – GR 12, destacou a presidente da Câmara de Constância, Júlia Amorim, relativamente a duas rotas ribeirinhas que, afirmou, “devem ser vividas, sentidas e promovidas numa lógica de bem-estar social e desenvolvimento económico”.

ROTAS3O Festival das Grandes Rotas irá decorrer em Constância, no distrito de Santarém, nos dias 29 e 30 de abril e 01 de maio através de várias atividade desportivas, como sejam os passeios pedestres (com vários graus de dificuldade), descidas do rio Tejo e Zêzere em canoa, rapel suspenso na ponte sobre o Zêzere, paintball, slide, Rota do Tejo em bicicleta, observações astronómicas, festa zumba e animação musical, entre outras.

PUB

O evento, que inclui uma Feira com pavilhões das empresas ligadas ao setor, palestras sobre viagens de aventura, desafios em autonomia e diversas exposições, “tem como principal objetivo promover a Grande Rota do Zêzere e o Caminho do Tejo” (que liga Abrantes ao território de Constância), vila que se situa na confluência dos rios Tejo e Zêzere.

A Grande Rota do Zêzere (GRZ), da nascente do rio Zêzere, na serra da Estrela, até à sua foz, em Constância, tem um percurso de 370 quilómetros que pode ser feito a pé, de bicicleta e de canoa.

PUB

“É um projeto que tem a vantagem de ter uma componente multimodal, que permite que os visitantes possam fazer troços a pé, de bicicleta ou de canoa, o que lhe dá ainda uma maior abrangência”, frisou a autarca.

Constancia1“Sendo percursos marcados no terreno funcionam como equipamentos com um potencial turístico enorme, já que cada vez são mais os praticantes de pedestrianismo e cicloturismo que percorrem os territórios onde existe este tipo de percursos, aliando o conhecimento dos valores patrimoniais à prática de exercício físico”, notou Júlia Amorim.

A autarca disse ainda que os percursos apresentam também “um enorme potencial como marcas que podem ser exploradas por empresas privadas, conciliando as suas três vertentes” (pedestre, BTT e canoa).

“O concelho de Constância assume-se como um território fulcral para a dinamização das duas Grande Rotas já que pode funcionar como ponto de partida ou ponto de chegada em cada uma das Rotas e também como ponto de ligação entre elas”, fez notar.

O Festival das Grandes Rotas é organizado por aquele município ribeirinho em conjunto com alguns agentes económicos locais ligados ao setor da restauração e de promoção de atividades de aventura em meio natureza, que pretendem promover a Grande Rota do Zêzere e o Caminho do Tejo no território concelhio, através de várias atividades nas áreas do turismo, lazer, desporto, cultura e ciência.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Este é um excelente elemento que deve entrar na “ construção” de pacotes turísticos, que deverão resultar da união de interesses dos vários agentes económicos do concelho (turismo activo e da natureza, hotelaria, restauração, e similares).
    Compreensivelmente não é esta a função da Câmara Municipal, a quem compete, antes de mais, reunir consensos e vontades, e oferecer as condições para que as coisas aconteçam.
    Em termos de mercado-alvo, produtos turísticos com estas actividades são direccionados para executivos com filhos, acompanhados de seus pais para tomarem conta dos netos, com ordenado médio ou acima, se considerarmos custos de deslocação e portagens, estadia e refeições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here