- Publicidade -

Constância | Novo serviço da Biblioteca vai às freguesias levar documentos e livros

A Biblioteca Vai a Casa é o novo serviço da Biblioteca Municipal Alexandre O’ Neill, de Constância, que pretende levar até ao domicílio dos leitores das freguesias, inseridos em grupos de risco ou por qualquer outra dificuldade de acesso à biblioteca, nomeadamente com a redução de horário devido à pandemia de covid-19. A ideia é descentralizar os serviços da biblioteca, levando cultura a todos os pontos do concelho, além da vila. Este novo serviço estará em vigor durante a pandemia, e para aceder basta um telefonema ou enviar um e-mail.

- Publicidade -

A Biblioteca Vai a Casa teve início a 8 de junho, sendo que a primeira entrega de documentos decorreu no dia dia 15 de junho. O projeto destina-se a cidadãos que não residam na sede do concelho, mas sim nas freguesias, grupos de risco (de acordo com as orientações da Direção Geral de Saúde – DGS) e outros que por diversos motivos não se possam deslocar à Biblioteca.

O serviço A Biblioteca Vai a Casa, vigorará durante o período da pandemia, funciona com regras específicas e está à distância de um telefonema ou de um email. Assim, os interessados neste serviço deverão contactar a Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill através do telefone 249 739 367, ou do endereço de correio eletrónico biblioteca@cm-constancia.pt

- Publicidade -

Reabertura dos serviços de Consulta Local e Espaço Internet

Também no dia 15 de junho reabriram ao público os serviços de Consulta Local e o Espaço Internet da Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill.

Os dois serviços vão funcionar preferencialmente por marcação, com regras muito específicas, de acordo as orientações da DGS, pelo que os interessados nos mesmos poderão obter mais informações através do endereço de email biblioteca@cm-constancia.pt ou pelo telefone 249 739 367.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -